Início Policial Operação entre as polícias Civil, Militar e Federal desarticulou quadrilha acusada de...

Operação entre as polícias Civil, Militar e Federal desarticulou quadrilha acusada de “estouramento” de caixas de banco

As polícias Civil, Militar e Federal de Patos conseguiram prender cinco homens (dois estão ainda sob averiguação), acusados de formarem um bando de aproximadamente sete elementos, que estaria praticando “estouramentos” de caixas eletrônicos em campina Grande e no sertão.

De acordo com o comandante da Polícia Militar de Patos, tenente coronel Campos, que participou ativamente de uma perseguição a dois bandidos que estão foragidos, a ação da quadrilha não teria dado certo em algum local e possivelmente eles estariam voltando para suas residências que, provavelmente estão localizadas na cidade de Campina Grande.

Campos disse que a quadrilha já vinha sendo monitorada pela Polícia Federal e, com base nas informações repassadas, policiais civis e militares começaram a montar campana nas proximidades do conjunto habitacional Itatiunga, entrada de Patos para quem vem de Santa Terezinha.

Carro dos bandidosQuatro veículos foram interceptados na entrada da cidade, porém o que vinha no final do comboio trazia os dois elementos que estão foragidos. Mesmo diante das diligências feitas por policiais civis e militares, pelo fato dos elementos não conhecerem a localidade, conseguiram despistar os policiais e fugir.

Houve troca de tiros, porém ninguém saiu ferido no confronto. A polícia conseguiu atirar em um dos pneus do veículo que estava os dois homens, porém eles conseguiram desembarcar do carro e fugiram.

Dentro de um dos veículos apreendidos os policiais encontraram duas pistolas, um revólver calibre 38 todos municiados, bem como um colete a prova de balas e vários rádios transmissores que foram entregues à Polícia Federal local, onde os elementos estão presos. A polícia descobriu também que um dos acusados é agente penitenciário lotado no presídio de segurança máxima, “Serrotão”, em Campina Grande.

Os carros apreendidos com os suspeitos são: Um Ford Fox, prata placas NQK -3737 – Campina; Ágili de cor preto, placas de Sousa-PB OGA 9335; Um Fiat Punto de Campina Grande com placas OEU – 3304 e por fim, um Hyundai na cor prata do mesmo município.

Portalpatos

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!