Início Política Patos derrota candidato do governador pela sexta vez consecutiva

Patos derrota candidato do governador pela sexta vez consecutiva

Um levantamento do Instituto Patoense de Pesquisa e Estatística-INPPE, considerando todas as eleições municipais realizadas entre 1992 e 2016, aponta que o resultado das eleições de 02 de outubro, totalizou a sexta derrota consecutiva dos candidatos a prefeito apoiados pelo governador da Paraíba na cidade de Patos.

O ano de 1992, é até agora a última vez que o candidato eleito em Patos teve o apoio político do governo estadual, fato ocorrido quando Ivânio Ramalho, do mesmo PMDB de Ronaldo Cunha Lima, que governou o Estado de 1991 a 1994, venceu Dinaldo Wanderley, por 14.959 a 13.144 votos. Naquele ano, também foram candidatos Múcio Sátiro, Aderban Martins e Otávio Sampaio.

De acordo com o INPPE, o primeiro revés do governo estadual aconteceu na primeira gestão de José Maranhão, (16/09/1995 a 1998), que viu em 1996, Dinaldo Wanderley derrotar por 19.577 a 13.085 votos, a sua candidata Francisca Mota. Naquele ano, o padre Jair Tomasela obteve 3.829 votos e Fernando Formiga, pelo recém-formado PSDB, ficou com 257 votos. No segundo governo Maranhão, de 1999 a 2002, outra vitória de Dinaldo, desta vez em 2000, por 27.967 a 15.121 votos, contra Nabor Wanderley. O professor Vital Henrique, do PT, obteve 744 votos.

Em 2002, a Paraíba passa a ser governada por Cássio Cunha Lima, que juntamente com Dinaldo, apoia Dineudes Possidônio, como candidato a prefeito de Patos. Surge então, Nabor Wanderley, que venceu por 27.226 a 21.123 votos, o candidato do prefeito e do governador. Em 2008, pouco antes de sair do governo estadual, fato ocorrido em fevereiro de 2009, Patos derrota mais uma vez o Governador Cássio Cunha Lima com a reeleição de Nabor, que obteve 30.774 votos, contra 21.541 de Dinaldo Wanderley, votação esta que acabou anulada pela Justiça Eleitoral.

No pleito de 2012, mesmo que de forma tímida, o governador Ricardo Coutinho, eleito em 2010 com o apoio de Cássio, apoiou e perdeu em Patos com Dinaldinho, derrotada pela candidata e ex-prefeita Francisca Mota. Foram 28.407 votos de Francisca contra 23.989 de Dinaldinho. Silvano Morais obteve 998 votos.

Nas eleições 2016, mesmo com o apoio de Ricardo Coutinho e um histórico de ações e problemas acumulados nos últimos 12 anos, Nabor foi derrotado por Dinaldinho, que obteve 26.840 a 21.740 votos. Lenildo Morais do PT ficou com 1.372 votos, seguido pelo professor Jacob, com 1.135 e Silvano Morais, com 587 votos.

Genival Júnior

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!