Início Policial Corpo encontrado em Bayeux pode ser de jovem desaparecida

Corpo encontrado em Bayeux pode ser de jovem desaparecida

Vivianny desapareceu no dia 20 d eoutubro

O corpo de uma mulher foi encontrado na tarde desta segunda-feira (7) em estado de decomposição, em uma mata no município de Bayeux. De acordo com o perito Rodrigo Farias, do Instituto de Polícia Científica (IPC), o corpo pode ser de Vivianny Crisley, desaparecida desde o dia 20 de outubro, no bairro dos Bancários, em João Pessoa, no entanto, apenas resultados de exames podem comprovar a suspeita.

Um homem foi preso suspeito de envolvimento no desaparecimento de Vivianny. A informação foi confirmada pelo delegado Reinaldo Nóbrega nesta segunda-feira (7). De acordo com ele, o suspeito confessou participação no crime e diz  que o corpo é mesmo o de Vivianny.
Entre os indícios da perícia, estão um cartão de crédito encontrado com o nome da vítima e uma sandália que ela estaria usando na noite em que foi vista pela última vez, saindo de um bar na Zona Sul de João Pessoa.
Serão realizados exames de DNA com a família de Vivianny para confirmar ou não a suspeita da identidade do corpo. De acordo com a perícia, ainda não é possível concluir se o corpo foi morto no local ou se apenas foi abandonado na mata.
Vivianny Crisley foi vista pela última vez no dia 20 de outubro, saindo de um bar na Zona Sul de João Pessoa. As imagens da câmera de segurança do local em que a mulher foi vista pela última vez estão em análise com a Polícia Civil, no entanto, as informações preliminares dão conta que as imagens não são conclusivas e não contribuem muito com a investigação.
A jovem de 29 anos era mãe de uma criança de oito meses. De acordo com as últimas informações da Polícia Civil, os suspeitos do desaparecimento de Vivianny não foram identificados. Durante a investigação, um celular foi encontrado no município de Bayeux, sendo divulgado que seria da jovem. No entanto, o delegado informou que o aparelho estava em perícia para que o pertencimento do objeto pudesse ser confirmado.

Mais informações: 

A família de Vivianny está em clima de desespero diante da confirmação de dados de que sandália e cartão de crédito são dela, e estavam próximo ao cadáver encontrado em decomposição na Grande João Pessoa. O pai dela, João Salvino, continua internado sob observação.

– Vestimentas e sapatos são dela, além do cartão dela que foi encontrado no local. Já foi coletado material para o teste de DNA, disse um familiar acrescentando que “a nossa luta continua e agora por justiça!”.

Embora a Polícia Civil não queira revelar detalhes, a reportagem do Portal WSCOM teve acesso a informações exclusivas dando conta de que o envolvido e preso na morte da jovem Vivianny confessou que o corpo dela foi esquartejado, com cabeça e braço decepados.

Conforme informações, o envolvido foi visto na câmara de vídeo da casa de shows Beberico’s Prime, no Bancários, ao lado de Vivianny na noite do desaparecimento.

Foi esta imagem que ajudou a polícia a chegada até o acusado passando na fase seguinte a contribuir no desvendamento do crime cruel praticado contra a jovem.

 G1 PB e Wscom

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!