Início Locais Entidades realizarão hoje vigília e caminhada em protesto contra os fatos recentes...

Entidades realizarão hoje vigília e caminhada em protesto contra os fatos recentes ocorridos na Maternidade de Patos

Diversas entidades classistas, movimentos sociais, sindicais, igrejas, associações e o público em geral, irão realizar na tarde dessa segunda-feira (05/12) na Praça do Perequeté, na Rua Elias Asfora, no Bairro Maternidade, vigília e caminhada em protesto contra os recentes acontecimentos na Maternidade Peregrino Filho, onde denúncias de negligência vem sendo feitas pelas mães. O movimento, segundo o presidente do GIAASP, Luciano Dias, “É em  defesa da vida das mães e dos bebês que nascem na Maternidade”.

A concentração na praça começa às 17:30 minutos e as entidades já confirmadas até agora são: Conselho Municipal de Saúde, Grupo Independente de Análise e Ação Social de Patos, Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região, Sindicato dos Funcionários Públicos da Saúde de Patos e Região, Pastoral da Saúde, Central dos Trabalhadores do Brasil e o Núcleo de Ação Comunitária de Patos. Outras instituições estão sendo aguardadas para participarem também do evento.

Segundo o sindicalista José Gonçalves, membro do Conselho Municipal da Saúde, “O objetivo da vigília é denunciar a situação pela qual estão sendo tratadas as mães na Maternidade.  Vários erros médicos têm acontecidos e até agora ninguém foi punido”.

Essa mobilização foi decidida no pleno do Conselho de Saúde de Patos, e é uma resposta às várias denúncias que o Conselho vem recebendo, denúncias de negligências e erros médicos. “Temos o receio de que essas coisas passem a ser tratadas como normais, até porque todos os inquéritos administrativos, todas as comissões que foram formadas para  apurarem as denúncias, não deram em nada, e foi por isso que agora nós decidimos partir para fazermos essa denúncia pública, realizar nossa manifestação e acionar a Justiça”, disse José Gonçalves.

Zé Gonçalves ainda disse que  a Maternidade tem acento no Conselho Municipal de Saúde, mas só participa das reuniões quando a discussão envolve assuntos do seu interesse. E não só a Maternidade. Segundo ele as representações dos prestadores de serviços na área de saúde, os representantes da iniciativa privada, das entidades filantrópicas, dos hospitais, do  governo municipal, só aparecem quando a pauta de discussão envolve assuntos relacionados a seus interesses.

O Conselho Municipal de Saúde planeja visitar em breve a Maternidade, o Hospital Regional, o Hospital Infantil, o SAMU, o PA Maria Marques, para verificarem se faltam profissionais nesses órgãos, se faltam materiais de trabalho, e fazer um levantamento de como anda as reais condições da saúde em Patos.

Folha Patoense

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!