Início Locais Prefeito inaugura UPA sem estar pronta e CRM ameaça responsabilizar direção

Prefeito inaugura UPA sem estar pronta e CRM ameaça responsabilizar direção

O Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM) alertou a Prefeitura de Patos que vai responsabilizar a diretoria técnica da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) caso a unidade seja posta em funcionamento sem que tenha as condições adequadas para atender a população. O prédio da UPA foi inaugurado pelo prefeito em exercício, Lenildo Morais, sem ter os equipamentos necessários para sua abertura.

O CRM recebeu denúncia da Câmara Municipal de Patos, segundo informou O diretor de fiscalização do CRM, o médico João Alberto Morais Pessoa, de que o prefeito quer colocar a UPA para funcionar sem estar pronta.

“A inauguração na verdade foi feita apenas da área física, o prédio, mas não vai colocar em funcionamento até que haja uma concordância nossa. A gente quer que abra, desde que tenha uma escala médica perfeita, o material esteja lá, porque a UPA é um atendimento de urgência e emergência”, disse. “Se abrir da forma que está, faltando uma série de coisas, nós vamos fazer uma visita e evidente que nessa situação a direção técnica vai ser responsabilizada diretamente”, disse João Alberto.

O prefeito em exercício da cidade de Patos, Lenildo Morais, em entrevista nesta quinta-feira (22), rebateu as denúncias e afirmou que a UPA está pronta, e atribui a denúncia a questões políticas.

Lenildo explicou o motivo pelo qual a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) não realizou os atendimentos na manhã de hoje. Segundo ele, “os profissionais precisam ser capacitados e os equipamentos devidamente calibrados para uso”.

Ele tranquilizou a população afirmando que após os últimos reparos técnicos, a UPA iniciará os tendimentos.

“Tem gente que ficam ligando para o Conselho de Medicina, por exemplo, para tentar impedir a abertura. Gente, a UPA está em perfeita condição, nós adquirimos todos os equipamentos, mas também tenho que qualificar os profissionais e também calibrar os equipamentos, a exemplo do aparelho de raio-x que necessita de uma operação técnica correta”, assegurou Lenildo.

João Alberto disse que recebeu a garantia da diretoria da UPA de que ela não seria aberta sem estar pronta, e o CRM aguarda ser chamado para averiguar, quando estiver pronta. “Porque, no momento, eles não têm ainda condições de abrir as portas para atender a população”, disse o médico.

ClickPB

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!