Início Locais Parteira da cidade de Patos foi responsável por mais de 4 mil...

Parteira da cidade de Patos foi responsável por mais de 4 mil nascimentos

Dona Maria das Neves Ferreira Ayres

Maria das Neves Ferreira Ayres foi uma das tradicionais parteiras da cidade de Patos, tendo sido responsável pelo nascimento de mais de quatro mil crianças, a maioria na residência humilde das parturientes, além do trabalho que desenvolveu, a partir da instalação das casas de saúde especializadas.

Os desígnios do destino lhe impuseram um momento cruel e, ao mesmo tempo, lhe mostraram os caminhos da vocação: com 22 dias de casada, teve o marido assassinado e, estando grávida, foi internada no recém-inaugurado Hospital Regional de Patos, onde passou de observadora a integrante da equipe, permanecendo por uma década. Depois, substituiria, na Maternidade Dr. Peregrino Filho, uma das pioneiras, onde adquiriria experiência na função, que também passou a desenvolver nas residências pobres. “Eu fazia o parto, dava o dinheiro do leite e levava uma água inglesa que possuía a medicação que expulsava as placentas e evitava as infecções e necessidade de curetagem. Além dos bairros mais afastados, me dirigia constantemente para a zona rural, inclusive a pé, para atender as futuras mães”, declarou.

Ela conta que durante 30 anos nessa missão teve, inclusive, o respeito dos bandidos que vinham buscá-la na necessidade das esposas e depois a traziam de volta para casa. Também relembra alguns momentos de aflição, quando recorria aos médicos tradicionais de Patos: Olavo Nóbrega, Lauro Queiroz, dentre outros. Hoje, aos 80 anos, lúcida e dona de sua própria casa, depois de um segundo casamento e mais duas filhas, vive as lembranças e, com saudade, relembra o tempo em que atuou na área de saúde, período em que os partos eram missão específica das parteiras. Dona Neves Parteira, como tornou-se conhecida, ainda hoje é consultada sobre procedimentos a serem seguidos pelas parturientes.

PBAgora

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!