Início Locais Pequenos lixões estão se formando às margens da Alça Sudeste em Patos

Pequenos lixões estão se formando às margens da Alça Sudeste em Patos

Nas margens da Alça Sudeste, em Patos, estão surgindo “novos lixões”. Na estrada vicinal que vai para o bairro Monte Castelo, nas margens da linha férrea e próximo à comunidade Serrote Liso, a situação tem se tornado mais crítica: são pneus,  entulhos de construção civil, sofás, restos de poda e outros tipos de lixo que são despejados dentro da caatinga. E de vez em quando alguém toca fogo. “Eu caminho aqui pela Alça Sudeste todo dia no final na tarde e me dói ver que esta região tem que conviver com isso agora. Até mal cheiro já tem por aqui”, disse um praticante de caminhada no local.

A população pede que os órgãos responsáveis intensifiquem as fiscalizações no local e punam os responsáveis.  Também pedem que façam urgente uma limpeza nas margens da Alça.

Patos, que não tem aterro sanitário ainda e a coleta seletiva é praticada por uma parcela ínfima da população, ainda convive com a realidade de um lixão. E agora, em decorrência da facilidade de acesso que a Alça Sudeste proporciona para a estrada que dá acesso ao lixão,  muitos estão despejando seus resíduos às margens dela, criando um novo problema ambiental na cidade. Não é incomum se ver veículos do tipo caçamba, carroças, despejando seus resíduos no local.

Folha Patoense – folhapatoense@gmail.com 

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!