Início Esportes França elimina Uruguai e espera vencedor de Bélgica x Brasil nas semifinais

França elimina Uruguai e espera vencedor de Bélgica x Brasil nas semifinais

Foto: FIFA

O primeiro semifinalista da Copa do Mundo é a França. Com gols de Varane e Griezmann, a seleção francesa venceu o Uruguai por 2 a 0 e agora espera o vencedor de Bélgica e Brasil.

Sem Cavani, o Uruguai não foi páreo para a forte seleção francesa. Depois de eliminar a Argentina, a França passou por outra seleção sul-americana e pode pegar ainda o Brasil, mas agora já entre as quatro melhores do mundo.

Bola parada para furar a defesa

O primeiro tempo de Uruguai e França foi como se esperava, um confronto de imposição física, com a seleção uruguaia fechada na defesa e buscando um jogo ofensivo vertical. Um duelo de poucos espaços para os atacantes, já que os franceses também evitaram se expor aos contra-ataques.

Muslera e Lloris praticamente não trabalharam. Mbappé desperdiçou rara chance ainda aos 16 minutos, quando Giroud ganhou pelo alto e deixou seu companheiro livre para, também de cabeça, mandar por cima do gol.

Sem espaço para criar, a França desfez a muralha defensiva uruguaia na bola parada. Com 40 minutos, Griezmann colocou na área em cobrança de falta da direita, Varane surgiu em velocidade para se antecipar à marcação na primeira trave e a cabeçada encontrou o canto oposto, sem chance de defesa para Muslera.

O gol deu mais dinâmica à partida. O Uruguai teve de sair da defesa e por muito pouco não empatou antes do intervalo em cabeçada de Cáceres no canto. Lloris voou para espalmar para o lado e salvar a França.

Muslera erra feio

As estratégias mudaram no segundo tempo. O Uruguai passou a marcar mais avançado, tentando criar oportunidades no abafa, já que o forte do seu meio-campo não é a criatividade. A França não se incomodou em recuar no campo para explorar a velocidade de Mbappé e Griezmann nos contra-ataques.

Foi no contra-ataque que a França chegou ao segundo gol, mas com colaboração fundamental de Muslera. Griezmann aproveitou a liberdade na entrada da área para bater forte, no meio do gol. O goleiro foi espalmar a bola e mandou para dentro da própria meta.

O erro de Muslera não foi o que definiu o placar. Apesar de todo o esforço, o Uruguai não conseguiu criar chances de gol e acabou por se despedir da Copa nas quartas de final.

ogol.com.br

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!