Início Locais Justiça condena patoense que se passava por doente de câncer para pedir...

Justiça condena patoense que se passava por doente de câncer para pedir dinheiro

Foto: reprodução

Inácio dos Santos Fernandes e Carlos André de Lucena foram denunciados pelo Ministério Público de Pombal pela prática de estelionato.

Conforme o Blog do Naldo Silva  apurou, o golpe foi descoberto no dia 08 de maio de 2012, por volta das 17h30, quando os acusados, utilizando-se de um veículo Gol, circulavam pelo centro da cidade de Cajazeirinhas, sendo que Inácio dirigia o carro e André ia como passageiro, enquanto um alto-falante anunciava que o mesmo estava enfermo com “câncer nos ossos e diabetes”, e que não podia trabalhar e precisava de ajuda em dinheiro ou em alimentos.

Ainda segundo a denúncia, a peça-chave para descobrir o golpe foi o policial militar José Alderi Cardoso, que reconheceu Carlos André como sendo alguém de Patos que inclusive frequentava bares naquela cidade.

Ao serem conduzidos à delegacia, os suspeitos assumiram que não tinham doença alguma, mas que estavam desempregados e que estavam precisando de sustento, mas que vendiam os alimentos arrecadados com valor mais acessível em churrascarias e similares e depois seguiam para outras cidades.

“Tal conduta fazia nascer nas pessoas uma concepção equivocada da realidade, constrangendo-as a entregar dinheiro e donativos, que mais tarde seriam vendidos pelos acusados”, observa a juíza Deborah Cavalcanti Figueiredo, que julgou procedente a ação, condenando Carlos André à pena de 1 ano e dois meses de reclusão, substituída por prestação de serviços à comunidade, além do pagamento de um salário mínimo.

A punição a Inácio dos Santos foi extinta, tendo em vista seu falecimento durante a instrução processual.

Blog do Naldo Silva

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!