Início Gerais Família de Conceição pede oração pela filha de 11 anos, internada com...

Família de Conceição pede oração pela filha de 11 anos, internada com citomegalovírus, na Unimed de JP

“O que estamos precisando neste momento é de muita oração para que nossa filha saia dessa situação”, disse Anselmo Vieira, pai da pequena Isabelly Vieira Frade, de 11 anos de idade, que se encontra internada na UTI do hospital da Unimed, na cidade de João Pessoa, acometida com o citomegalovírus, um vírus comum que pode infectar a maior parte das pessoas. A maioria das pessoas que têm a doença não percebe, pois o citomegalovírus raramente apresenta sintomas. No entanto, a infecção por esse vírus é preocupante em pessoas com o sistema imunológico deprimido.

O drama de Isabelly e dos pais, Anselmo Vieira e Dayana Frade começou quando ela passou mal e teve que ser internada no hospital da Unimed. A princípio, imaginava-se diversas doenças e ela começou a ser medicada com drogas pesadas, que acabaram ocasionando a paralisação dos seus rins, segundo o pai.

Debilitada, a criança continua internada e precisará passar também por algumas sessões de hemodiálise para diminuir a infecção dos rins. As sessões são indicadas para pacientes com insuficiência renal aguda ou crônica graves.

A pequena Isabelly é portadora de lúpus, uma doença autoimune, que ocorre quando o sistema imunológico ataca tecidos saudáveis do corpo por engano. Dentre mais de 80 doenças autoimunes conhecidas, o lúpus é uma das mais importantes.

O drama vivido pelos familiares vem comovendo a população de Conceição, de onde eles são naturais. Diversos amigos se unem em corrente de oração pela pequena Isabelly, uma menina alegre, amável, carinhosa e meiga, que sofre desde a sua infância com problemas de saúde, mas que carrega consigo a vontade de viver e a esperança de vencer mais essa batalha pela vida.

Vale do Piancó Notícias

Print Friendly, PDF & Email
Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o portal Folha Patoense não publicará os comentários dos leitores. Voltaremos ao normal logo após o período eleitoral.