Início Esportes Patoense Mestre Balu volta da França, onde mais uma vez divulgou a...

Patoense Mestre Balu volta da França, onde mais uma vez divulgou a arte da Capoeira

O patoense Gilberlan Vieira da Silva, conhecido por Balu, de 48 anos, chegou recentemente de sua quinta viagem a Paris, onde foi ministrar mais uma oficina de capoeira.

Balu começou a se interessar por capoeira quando tinha 21 anos e fundou a Associação de Capoeira Raça Nova. Há cerca de oito anos ele se tornou mestre, recebendo certificado de reconhecimento. Hoje é um dos maiores representantes e divulgadores desse esporte no sertão, promovendo grandes eventos na região.

O mestre reside no Monte Castelo e dá aulas de Capoeira no Centro Social Urbano, no Bairro do Jatobá. Também já foi professor e orientador de cursos de capoeira em várias cidades da região.

Desde 2011 ele é convidado periodicamente pela francesa Mestra Jô, do Grupo de Capoeira Viola, de Paris, e que é casada com o músico patoense Meroh Alves, para participar de oficinas na capital francesa. “Mestre Jô é francesa e adora a cultura brasileira, principalmente a capoeira, e tem realizado intercâmbios culturais entre o Brasil e a França”, disse ele.

A cada dois anos Balu vai a França ministrar aulas de capoeira. “Quero agradecer primeiramente a Deus por representar nossa cidade pela quinta vez no décimo batizado de Capoeira Viola, em Paris. Quero agradecer a todos da CRN (Associação Capoeira Raça Nova) que me dá todo esse apoio. Agradecer à Mestra Jô, Meró, seu esposo, que é nosso conterrâneo, por mais um convite.   O evento em Paris foi um sucesso, muita gente, casa cheia, muita energia, criançada animada, e isso é muito bom. A Capoeira é arte maravilhosa e é um prazer para nós ensinar a nossa língua, nossa movimentação, nossa arte, passando coisas boas, é isso que faz com que a gente continue firme na divulgação e promoção desse esporte“, disse o Mestre Balu.

Folha Patoense – folhapatoense@gmail.com

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!