Início Locais Patos irá parar no dia 14 de junho na Greve Geral

Patos irá parar no dia 14 de junho na Greve Geral

Em reunião realizada da Frente Brasil Popular em Patos e demais entidades dos movimentos sociais e sindicatos, ficou definida a atividade no dia 14 de junho de 2019, sexta, na Greve Geral contra a Reforma da Previdência do governo Bolsonaro, contra os cortes de verbas na educação e pela democracia no Brasil.

A concentração em Patos, será na Praça Edivaldo Mota, em frente à sede do SINFEMP, onde serão instaladas tendas, para realização de ato político cultural, dentre outras atividades.

A mobilização nas bases está sendo feito com distribuição de materiais contra a reforma da Previdência, do Jornal Brasil de Fato, carros de som, entrevistas nas rádios, além de uma reunião que será realizada nesta quarta-feira, dia 12 de junho as 17 horas na sede do SINFEMP.

Os servidores públicos municipais de Patos, Malta, Condado, Vista Serrana, São José de Espinharas, São Mamede, Santa Luzia, Várzea, São José do Sabugi, Junco do Seridó, Tenório, Quixaba, Cacimba de Areia, Passagem, Areia de Baraúnas, Salgadinho, Assunção, São José do Bonfim, Mãe D’água, Santa Terezinha, Catingueira, Emas e Olho D’água, irão paralisar suas atividades e para isso, todas as Prefeituras foram comunicadas através de oficio encaminhado pelo SINFEMP.

Para a presidente do SINFEMP, Carminha Soares, o momento é de protestar, pois se a Reforma da Previdência for aprovada os mais prejudicados serão os servidores públicos municipais, pois além de não se aposentarem, ainda terão enormes prejuízos com o pagamento do PASEP, pois hoje quem ganha até dois salários mínimos tem direito e a proposta do Bolsonaro é pagar a aqueles servidores que ganham até um salário mínimo. “ Hoje de cada 10 servidores apenas um irá continuar recebendo o PASEP, provocando um enorme prejuízo”, disse a sindicalista.

O sindicalista José Gonçalves, conclamou a todos os trabalhadores, a juventude, as mulheres, a todos os dirigentes sindicais, lideranças comunitárias, para reforçar a greve geral na próxima sexta-feira, dia 14 de junho.

sinfemp.com.br

 

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!