Início Locais Solidariedade: patoenses colaboram e campanha continua

Solidariedade: patoenses colaboram e campanha continua

Mayane Fernandes faz campanha para ajudar família carente de Cacimbas
A campanha de arrecadação continua

Uma dona de casa, cujo nome não foi divulgado, residente na comunidade quilombola Serra Feia, Distrito de São Sebastião, em Cacimbas, região de Teixeira, está passando fome juntamente com seus filhos.

Sua filha de dois anos está pesando apenas cinco quilos, estava internada no Hospital de Taperoá, mas em virtude da gravidade, foi transferida com a mãe para o Hospital Universitário em Campina Grande. Outra filha dela está na mesma situação de desnutrição e segue internada no Hospital de Taperoá.

Além disso, outras famílias do Sítio Serra Feia estão vivenciando situação semelhante, precisando urgentemente de alimentos e remédios.

Nas redes sociais as pessoas questionam o que a gestão municipal de Cacimbas tem feito para ajudar essas famílias. A Folha Patoense tentou um contato, mas sem sucesso.

O Rotaract Club de Teixeira está mobilizado numa campanha de arrecadação de alimentos e material de higiene. Se alguém tiver interesse entre em contato com o conselheiro tutelar Yago Lucena pelo 99638-6374, que está envolvido na campanha. “Vamos ajudar meu povo! O Rotaract Club de Teixeira está nessa corrente de solidariedade. Se você puder ajudar ficaremos gratos. O companheiro Yan Caneiro esteve em nome do Rotaract buscando informações e realizando visita hoje pela manhã no hospital e pôde constatar de perto a situação delicada que enfrenta essa família“, disse Yago.

Solidariedade em Patos

A jovem Mayane Fernandes, residente na Rua Manoel Isaías da Silva, no Novo Horizonte, está arrecadando alimentos, produtos de limpeza e demais donativos para ajudar a família. Tudo o que for arrecadado será entregue na sexta-feira, 06, ao Rotaract de Teixeira, e este fará a entrega à família.

Depois da reportagem da Folha Patoense muitas pessoas ligaram para a jovem Mayane se dispondo a ajudar e ela já recebeu muitos donativos, que se encontram em sua residência. Ocorre que, dada à demanda, ela não teve condições de receber todas as doações e agora foi encontrado um local onde as pessoas podem deixa-las. A direção do SESI ( Serviço Social da Indústria), que fica na Rua Manoel Torres, 220, no Salgadinho, disponibilizou um sala para abrigar às doações. O SESI abre nos três turnos.

Contatos com Mayane pelo telefone 98652-6563 e com o SESI pelo telefone 3421-2688.

Folha Patoense – folhapatoense@gmail.com

Print Friendly, PDF & Email
Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!