Início Locais Solidariedade: pai consegue os recursos para pagar o velório do filho, em...

Solidariedade: pai consegue os recursos para pagar o velório do filho, em Teixeira

No dia de ontem (quarta, 16) o Portal Folha Patoense divulgou a aflição do senhor Hércules da Gloes Oliveira, conhecido por Fia, residente em Teixeira. Ele estava preocupado porque não tinha como para pagar a empresa de serviços funerários que fez o velório e o sepultamento de seu filho, sepultado no último domingo, 13. O caixão ele conseguiu com o prefeito, mas precisava de R$ 800,00 para pagar os demais serviços e fez um apelo pedindo ajuda, pois vive de bicos e está desempregado. Veja a matéria aqui: Desempregado, pai pede ajuda para pagar o velório do filho, em Teixeira.

Logo após a divulgação muita gente ajudou. A enfermeira Verônica Honório, que fez a campanha e que ficou encarregada de receber as ajudas, disse que nesta quinta-feira, 17, já havia arrecadado R$ 460,00, contando com a ajuda do  conselheiro tutelar Yago Lucena.

A campanha seguia firme e o valor arrecadado iria ser entregue ao senhor no próximo sábado, 19, pois ele havia se comprometido a pagar a dívida na próxima segunda-feira, 21, mas uma tia do senhor Hércules entrou em contato e pagou o valor integral à funerária.

Por conta disso a enfermeira Verônica Honório fez uma feira com os 460 reais arrecadados e entregou ao senhor Hércules, que ficou bastante agradecido. “A campanha foi encerrada. Arrecadamos o valor de 460 reais. Uma tia do pai da criança pagou a dívida na funerária nesta quinta-feira. Com os 460 reais vamos fazer uma feira pra esta família. Quero aqui agradecer a cada um que contribuiu e que compartilhou e dizer que Deus abençoe grandemente a vida de cada um. Fico aqui agradecida a Yago Lucena que não mediu esforços para ajudar”, disse a enfermeira Verônica Honório.

Veja os vídeos: 

 

Morte do filho

Por volta das 18h30min do sábado, 12, o adolescente Douglas Lira de Oliveira, conhecido como Luizin, foi morto a tiros no Conjunto Habitacional conhecido como “As Casinhas”, em Areia de Baraúnas, região de Patos.

O adolescente era de Teixeira e estava residindo por uns tempos com a mãe em Areia de Baraúnas, onde fazia o 3° ano do fundamental na Escola Municipal Ana Victor.

O adolescente foi sepultado na tarde do domingo, 13, em Teixeira. O crime é um mistério e segue sob investigação.

Folha Patoense – folhapatoense@gmail.com

 

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!