Início Locais Jovens de Vista Serrana se destacam em competição de Robótica

Jovens de Vista Serrana se destacam em competição de Robótica

Aconteceu recentemente uma competição estadual de Robótica em que alunos das escolas públicas estaduais participaram.

A primeira fase ocorreu em cada Gerência Regional de Educação no mês de agosto de 2018. Na ocasião, alunos de Vista Serrana, região de Patos,sob a orientação do professor Mateus Patrício, foram campeões na modalidade “Seguidor de Faixa” na 13° Gerência Regional de Educação que fica na cidade de Pombal.

Os finalistas de cada Gerência competiram a nível estadual na quinta-feira dia 31/10/ (isso mesmo, mais de um ano após a primeira fase) no Centro de Convenções de João Pessoa. Nessa competição tinha alunos finalistas de todas as gerências de Educação da Paraíba.

Os alunos Rian William, Iure Almeida e Talysson Vieira sob a orientação do professor Mateus Patrício, foram vice-campeões (conquistando a segunda melhor pontuação na prova Robô Seguidor de Faixa, ficando apenas com uma diferença de 10 pontos para o 1° colocado) da ROBOTEC PB 2018.

Os alunos cursam o 2° e 3° ano do Ensino Médio na Escola Estadual Manoel Medeiros de Araújo, em Vista Serrana, onde Mateus Patricio atua como professor de Física e Práticas Experimentais.

O Robô Seguidor de Faixa é um dos tipos de robôs disponíveis no Laboratório de Robótica Educacional das escolas da Rede Estadual. Funciona por meio de programações computacionais onde os alunos são desafiados a construir robôs que façam percursos e cumpram desafios ao longo de um certo trajeto (faixa) que é composto por curvas de 90°, redutores de velocidades, obstáculos que devem ser desviados, entre outros desafios.

Na ROBOTEC PB 2018 a prova Robô Seguidor de Faixa simulava uma situação de trânsito voltada para a acessibilidade, onde o robô deveria identificar e desviar objetos pelo trajeto, parar na faixa de pedestre e emitir um sinal sonoro e/ou luminoso, simulando uma situação em que um pedestre iria atravessar a faixa.

Foi uma competição muito acirrada, pois todas as equipes tinham um bom domínio de programação computacional e os robôs completavam as provas com pouco ou quase nenhum erro. “Isso mostra que os nossos alunos estão em um nível de programação elevada e que estão preparados para competir nas principais competições da Robótica Educacional”, disse o professor Mateus Patrício.

O Robô Seguidor de Faixa funciona com sensores ultrassônicos, sensores de luz e cores, sensor de rastreamento (ultravioleta) entre outros dispositivos que permitem captar e controlar impulsos elétricos que são transferidos e “decodificados” por uma interface onde está a programação desenvolvida pelos estudantes, a qual irá definir todos os comandos do Robô.

Veja vídeos:

Folha Patoense – folhapatoense@gmail.com

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!