Início Locais Sinfemp diz que servidores de Patos estão sendo perseguidos e promete mobilização...

Sinfemp diz que servidores de Patos estão sendo perseguidos e promete mobilização e ações na justiça

O SINFEMP (Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região) vem travando uma luta permanente contra as atitudes do prefeito Interino Ivanes Lacerda para com os servidores do quadro efetivo do município.

Quando assumiu a sua primeira medida foi um decreto suspendendo férias, licença prêmio, licença para tratar de interesses particulares, dentre outros direitos dos servidores.

Em seguida, começou a retirar direitos dos servidores assegurados por lei, tais como: gratificações e o adicional noturno que sempre foi pago no percentual de 25% sendo baixado para 20% pagando em cima das horas trabalhadas, infringindo duas leis existentes no Município.

Como se não bastasse, não implanta a insalubridade e as gratificações dos servidores que entraram ultimamente no concurso público.

As perseguições continuam com atraso de salários, incluindo até os servidores que recebem pelo FUNDEB, retiradas de gratificações por completo dos educadores físicos de R$ 1.223,00 apesar de constar no edital do concurso o salário base de R$ 1.277,00 mais gratificação e insalubridade.

Os servidores mais prejudicados estão sendo da Secretaria Municipal de Saúde, Desenvolvimento Social, envolvendo SAMU, PA Maria Marques, UPA, Cuidadores Sociais, condutores socorristas, enfermeiros, técnicos de enfermagem, cozinheiras, farmacêuticos, Auxiliares que trabalham a noite e tiveram o adicional noturno de R$ 249,50 reduzido para R$ 80,00.

O SINFEMP vai fazer a mobilização e ao mesmo tempo entrar com as ações na justiça para barrar a ofensiva do gestor Interino Municipal.

Para a Presidente do SINFEMP, Carminha Soares, o momento é de luta e nenhum servidor deve se acomodar diante dessas injustiças praticadas pelo prefeito interino e seu secretariado.

O sindicalista José Gonçalves denunciou que enquanto o prefeito interino faz essa política perversa com os servidores efetivos, continua contratando e comissionando servidores sem concurso público, atendendo a seus aliados na Câmara Municipal de Patos.” Nada justifica essa política de atrocidades praticada pela gestão, de muita perseguição, assédio moral, atraso de salários e retirada de direitos”, disse o mesmo.

assessoria

A Folha Patoense deixa o espaço para a Prefeitura de Patos, caso queira se manifestar sobre as críticas do Sinfemp: folhapatoense@gmail.com

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!