Início Policial Ex-tenente e segurança particular de 31 anos é morto por policial militar...

Ex-tenente e segurança particular de 31 anos é morto por policial militar em Olinda

Vinícius da Silva do Nascimento (Foto: Cortesia)

Um ex-tenente e segurança particular de 31 anos foi morto por um policial militar lotado na Companhia Independente de Policiamento com Motocicleta (CIPMoto) após de sair de um show em Olinda, na Região Metropolitana do Recife, nas primeiras horas da manhã desse domingo (1º). Vinícius da Silva do Nascimento, que atualmente trabalhava como autônomo e morava no bairro do Pina, Zona Sul do Recife, estava saindo de um evento nas proximidades do Memorial Arcoverde por volta das 5h quando aconteceu o crime.

A Polícia Militar de Pernambuco confirmou por meio de nota que o autor do disparo contra a vítima é um PM, que teria sido cercado por três homens que o agrediram. O nome dele, no entanto, não foi divulgado. Por meio de nota, a corporação informou que o policial envolvido na ocorrência irá se apresentar à Polícia Civil para prestar esclarecimentos.

De acordo com a versão da corporação, o policial teria sacado uma arma, atirado e, em seguida, deixado o local. A polícia informou que está tomando as medidas administrativas necessárias para o fato. A versão de amigos e familiares para o caso é diferente da divulgada pela polícia. Segundo os parentes, Vinícius teve uma discussão com sua ex-esposa, que atualmente é companheira do PM, na saída da festa, onde se encontraram.

O policial militar teria se envolvido na discussão e logo em seguida sacou a arma e efetuou o disparo contra Vinícius. O ex-tenente estava separado da ex-esposa desde 2017. Juntos tiveram dois filhos, uma menina de dois anos e um menino de cinco anos.

Ainda de acordo com os familiares, a discussão entre Vinícius e a ex teria sido motivada porque no dia da festa ela deveria estar cuidando dos filhos, pois era o seu fim de semana de tutela de acordo com a guarda compartilhada. No entanto, ela teria deixado as crianças sob a guarda de outras pessoas para ir à festa.

Vinícius chegou a ser socorrido para o Hospital da Restauração (HR), no bairro do Derby, área central do Recife, mas não resistiu e morreu na unidade de saúde. O corpo dele foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML). A Polícia Civil afirmou que irá se pronunciar sobre o caso após o término das investigações.

O enterro do corpo de Vinícius ocorre na manhã desta segunda-feira (2) no Cemitério Parque das Flores, no bairro do Sancho, Zona Oeste do Recife.

Presente no enterro, um primo da vítima que estava no momento da briga, relatou à reportagem do Portal FolhaPE como foi o ocorrido. “Quando a gente saiu do show Vinícius viu a ex-mulher dele e aí começou uma discussão e então o atual namorado dela entrou no meio da discussão gritando : ‘ela é minha mulher!’, aí o clima subiu e quando eu vi já foi o tiro”, afirmou. O primo contou ainda que o tiro foi à queima-roupa e sem chance de defesa. Ele chegou a socorrer Vinícius, mas ele não resistiu e chegou ao HR já sem vida.

Em contanto com o Portal FolhaPE, a assessoria de Comunicação do evento informou que o caso não tem relação com o show, pois foi algo “totalmente externo”.

Folha PE

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!