Início Policial Irmão de empresário patoense Carlos Pinheiro é morto em ataque à chácara...

Irmão de empresário patoense Carlos Pinheiro é morto em ataque à chácara em Castanhal-PA

Foto: Portal 40 Graus

O empresário José Cavalcante Pinheiro, de 72 anos, foi morto durante um possível assalto, em um sítio que fica entre os municípios de Castanhal e Inhangapi, no Pará. O caso ocorreu na manhã deste sábado (28). Um grupo armado invadiu o imóvel. Pelo menos outras quatro pessoas foram mantidas em cárcere privado e foram roubadas. José era irmão do empresário patoense do ramo da construção civil, Carlos Pinheiro.

Eram, aproximadamente, 7h30. O sítio, que fica na rodovia PA-136, foi invadido por quatro homens armados, como levantaram policiais do 5º Batalhão de Polícia Militar (BPM). Eles exigiram dinheiro das vítimas e foi quando o empresário tentou reagir ao assalto. Foi atingido por disparos de arma de fogo. Quem estava no local ficou desesperado. O empresário, quatro familiares e funcionários foram trancados nos cômodos da residência. Os bandidos arrombaram as portas e foram recebidos a tiros por seguranças e pelo empresário. Um dos suspeitos ficou ferido.

Após a ação criminosa, o grupo fugiu do local por uma área de mata. A Polícia Civil informou que três dos quatro criminosos foram baleados pelo segurança que trabalha no sítio. Ainda não se sabe tudo o que foi roubado da família.

Na troca de tiros, José Cavalcante foi atingido cinco vezes. Segundo a PM, ele foi socorrido para Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas não resistiu aos ferimentos.

Segundo a Polícia Civil, os criminosos fugiram para local de mata e levaram o revólver calibre 38 da vítima, caracterizando a ação como latrocínio – roubo seguido de morte.

Os militares acionaram a viatura resgate do Corpo de Bombeiros Militar, que conduziu José Pinheiro para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Ele foi socorrido, mas não resistiu ao ferimento e morreu na unidade. Havia uma idosa entre os reféns. Os sobreviventes ao ataque também passaram por atendimento médico.

Enquanto isso, os policiais do 5º BPM, Grupamento Tático Operacional (GTO) da PM e policiais civis iniciaram as buscas na região, para localizar e prender os suspeitos. Quaisquer informações que possam ajudar na captura dos criminosos, podem e devem ser repassadas ao Disque-Denúncia (181). Não é preciso se identificar. Se a informação for mais urgente, o ideal é ligar para o Centro Integrado de Operações (190). Ambas as ligações são gratuitas.

O corpo de José será velado na capela São Francisco, após todos os procedimentos no Instituto Médico Legal (IML). A data e horário ainda não foram confirmados pela família.

O Liberal

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!