Início Locais Prefeito Ivanes propõe acordo à CONSERV e garis devem retornar ao trabalho...

Prefeito Ivanes propõe acordo à CONSERV e garis devem retornar ao trabalho nesta quarta

Fotos: Airton Alves

O prefeito interino de Patos, Ivanes Lacerda, se reuniu na manhã desta terça-feira (14), com representações do Sindicato dos Garis e da empresa Conserv, que executa o serviço terceirizado de limpeza urbana em toda a cidade.

O encontrou serviu para que as partes envolvidas entrassem em consenso para encerrar a paralisação dos garis, que teve início na última sexta-feira, dia 10 de janeiro, após a empresa alegar impossibilidade de manter os salários em dia.

Ivanes Lacerda esteve acompanhado do procurador do município, Jonas Guedes, e do secretário de Finanças, Arnon Medeiros. O vereador Ferré Maxixe também esteve presente e acompanhou o diálogo.

O prefeito interino explicou que a Prefeitura de Patos vem horando o pagamento de uma dívida junto à empresa Conserv, devido uma dívida contraída ainda no início da gestão do prefeito Dinaldo Wanderley Filho.

O acordo feito já com o vice prefeito, Bonifácio Rocha, acordou o pagamento do mês atual, mais o valor de 50 mil referente a dívida em atraso. Nesse contexto, Ivanes afirmou que até agora na sua gestão como prefeito interino, a prefeitura vem cumprindo todos os meses, e sem atraso.

Devido a outro acordo feito já pelo prefeito Ivanes Lacerda, a prefeitura está pagando o valor mensal de 300 mil pelo contrato com a Conserv, mais os 50 mil do acordo anterior.
Ivanes ressaltou que até o dia 10 de janeiro de 2020 a prefeitura já havia pago o valor de 170 mil à empresa Conserv. Mesmo assim, a empresa deixou de prestar o serviço juntamente com a paralisação dos garis.

Para resolver o impasse, Ivanes Lacerda garantiu nesta manhã que fará o repasse de mais 100 mil reais para a Conserv. O gestor espera que desta forma o serviço seja retomado.

“Esperamos a compreensão da empresa, para que eles retornem o serviço e para que a população não seja prejudicada”, disse o prefeito.

Hebert Gomes, representante da Empresa Conserv, contou que a paralisação foi motivada pela falta de pagamento até o quinto dia útil deste mês, porém sinalizou positivamente que os garis retornarão ao trabalho assim que a folha for atualizada, mediante o repasse dos 100 mil reais garantidos pelo prefeito durante a reunião.

Já o representante do Sindicato dos Garis, Radamés Cândido, reforçou as palavras do representante da Conserv e confirmou que após a folha ser paga os garis voltarão normalmente ao trabalho, já no dia de amanhã.

Coordecom

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!