Início Saúde Hospital Municipal de Teixeira sofre interdição ética do CRM

Hospital Municipal de Teixeira sofre interdição ética do CRM

Hospital Municipal de Teixeira

O Hospital Municipal Sancho Leite, em Teixeira, na Região Metropolitana de Patos, foi interditado nesta quinta-feira (16), pelo Conselho Regional de Medicina da Paraíba. O órgão identificou falta de equipe médica, além de ausência de equipamentos básicos e material cirúrgico.

O G1 entrou em contato com a prefeitura de Teixeira mas não teve as ligações atendidas.

Durante a fiscalização, o CRM-PB identificou falta de equipe médica e direção técnica, ausência de equipamentos básicos, como material cirúrgico, eletrocardiograma, monitor cardíaco, cardioversor e Raio X.

“O hospital não tem a mínima condição de realizar qualquer procedimento cirúrgico. No momento em que fizemos a fiscalização, não havia nenhum médico no hospital”, ressaltou o diretor de fiscalização do CRM-PB, João Alberto Pessoa.

A interdição ética tem início à 0h da sexta-feira (17) e, com isso, os médicos que prestam serviços no local estão impedidos de atuar. Os pacientes que estão internados continuam recebendo assistência, mas não são feitas novas internações nem atendimentos.

Hospital Municipal de Teixeira, é interditado eticamente pelo CRM-PB — Foto: Divulgação/CRM-PB

G1 PB

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!