Início Saúde Governo amplia número de hospitais que vão realizar cirurgias eletivas para o...

Governo amplia número de hospitais que vão realizar cirurgias eletivas para o Programa Opera Paraíba

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) credencia mais uma unidade hospitalar para participar do programa Opera Paraíba. O Hospital Universitário Nova Esperança, da Fundação José Leite de Souza, vai realizar procedimentos cirúrgicos do projeto que tem como objetivo zerar a fila de espera de cirurgias eletivas na Paraíba.

De acordo com a secretária executiva de Saúde da Paraíba, Renata Nóbrega, o edital de chamada pública para credenciamento de unidades hospitalares foi publicado no Diário Oficial em outubro de 2019. Ela pontua que o novo serviço vai ajudar a Rede Estadual a suprir todas as demandas das cirurgias eletivas.

“A Fundação José Leite de Souza, por meio do Hospital Universitário Nova Esperança, vai absorver duas mil cirurgias de demanda eletiva do Opera Paraíba. Serão realizadas uma média de 210 cirurgias por mês, desafogando a Rede Estadual e dando celeridade no programa. Os pacientes serão encaminhados pela SES, de acordo com a lista que os municípios passaram para a secretaria”, explica.

O diretor do Hospital Universitário Nova Esperança, George Ibiapina, expressou satisfação pela parceria firmada com a SES. Ele destaca que o serviço funcionará para as seguintes áreas: cirurgia geral, ortopedia, otorrinolaringologia e ginecologia. Já a vice-presidente da Fundação José Leite de Souza, Carolina Santiago, ressalta o benefício que a inclusão da unidade trará para a saúde na Paraíba, pois agilizará todo o processo do programa. “Os pacientes terão atendimento ambulatorial, onde serão feitas as triagens e consultas do pré-operatório e as cirurgias serão feitas no Hospital, que fica em Jaguaribe”, pontua.

Após a assinatura do contrato, o próximo passo é a publicação do credenciamento no Diário Oficial para que o serviço possa começar a atuar em breve.

Lançado em outubro de 2019, o Opera Paraíba tem como meta a redução das filas de espera por cirurgias eletivas no SUS. Com investimentos na ordem de R$ 6 milhões apenas no primeiro ano, o programa vai contemplar mais de 12 mil paraibanos em 36 tipos de cirurgias. No início, 12 hospitais da Rede Estadual participavam do Opera Paraíba. Em quatro meses, já foram realizadas quase 3 mil cirurgias, sendo 1.525 oftalmológicas e 1.390 das demais cirurgias eletivas e mais dois serviços foram incluídos no programa: o Hospital Geral de Mamanguape e o Hospital Universitário Nova Esperança.

SECOM

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!