Início Locais Prefeito de Patos diz que crianças destruíram o CAPSi e famílias de...

Prefeito de Patos diz que crianças destruíram o CAPSi e famílias de usuários expressam indignação e lançam nota de repúdio

Ontem, 25 de março, em um programa de rádio, o prefeito interino Ivanes Lacerda fez um comentário infeliz dizendo que as crianças usuárias do CAPSi, nas palavras dele “destruíram o imóvel, só não fizeram demolir, quebraram os azulejos da piscina, quebraram tudo, destruíram, destruíram a casa, a prefeitura vai gastar uns 60 mil reais para recompor a casa para entregar ao dono, então muitos empresários às vezes não querem alugar para a prefeitura”.

É profundamente lamentável ouvir esse comentário infeliz em vários níveis:

1. Que modelo de negociação é esse que o prefeito utiliza na hora de alugar um imóvel? Ele diz aos empresários que as crianças destroem imóveis? Ele reforça uma mentira? Crianças não destroem imóveis.
2. O CAPSi está há muitos anos sem qualquer manutenção. Qualquer casa sem manutenção sofre deterioração. Então a culpa do estado da casa não é das crianças.
3. A piscina do CAPSi é de fibra, então não existem azulejos para serem quebrados. O prefeito interino mentiu mais uma vez.
4. Em janeiro, chuvas intensas causaram infiltração e mofo. Isso não foi mencionado, mas foi um dos motivos pelos quais o atendimento no CAPSi foi interrompido, pois não havia condições estruturais de receber as crianças para atendimento. O outro motivo foi o encerramento de contratos e a não contratação de profissionais especializados para a equipe mínima do Centro.
5. Ele atribuiu uma imagem de vandalismo a crianças com transtornos ou deficiências mentais. Isso, além de irresponsável, é psicofobia.

Crianças com deficiência e transtornos já nascem numa sociedade preconceituosa, já crescem sob o estigma de problemáticas, de que não devem socializar, de que são incapazes. A luta para a superação desse estigma é diária. Não precisamos que o prefeito, representante do povo, reforce ainda mais esse preconceito, falando mentiras, atribuindo o rótulo de vândalas a essas crianças.

Nossas crianças precisam ser incluídas socialmente. Precisa de bons serviços de atendimento especializado, de profissionais qualificados e de uma estrutura com manutenção em dia.

Precisamos que o prefeito interino Ivanes Lacerda foque suas palavras e ações na execução dos serviços que são direitos dessas crianças. Estamos no atual momento sob quarentena, mas há meses o CAPSi está parado, sem as oficinas e os atendimentos especializados. Um descaso sem tamanho e um desrespeito ao direito ao atendimento terapêutico contínuo.

Uma outra ação que pode significar muito para as crianças e suas famílias e pode ser realizada hoje mesmo é a retratação do Sr Prefeito em relação a esse comentário infeliz e psicofóbico.

Jossely Oliveira
Presidente da ASPA

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!