Início Opinião Teatro: não temos muito o que comemorar em Patos – Por Chico...

Teatro: não temos muito o que comemorar em Patos – Por Chico Amaral

Opinião: texto de Chico Amaral, de Patos:  

No dia 27 de março, Dia Internacional do Teatro, Dia do Circo, enfim dia de comemoração, dia de apresentações de espetáculos teatrais, dia de espetáculos circenses, dia de alegria, dia em que todos os artistas dessas áreas das artes se confraternizam em todo o mundo. Mas infelizmente esse ano, nessa data não temos muito o que comemorar. Primeiro o mundo vive um momento muito difícil com essa epidemia chamada coronavírus, que está se alastrando pelo o mundo inteiro, onde está isolando as pessoas em suas próprias casas, em suas próprias vidas.

Mas voltando para o movimento teatral de Patos, ai sim, é que não temos o que comemorar mesmo, além do isolamento do coronavírus vivemos um momento muito difícil na arte de representar os artistas locais não tem apoio para as suas produções, não temos cursos de formação por que falta investimento do poder público municipal e estadual, não temos espaços adequados para tal.

Os locais onde poderíamos fazer isso, mesmo sem muitas condições não abrem esses espaços e quando abrem quer que o artista repasse os seus conhecimentos gratuito e as vezes mesmo o artista querendo fazer gratuitamente as pessoas que estão à frente desses órgãos não tem nenhum interesse, sequer de fazer uma parceria com o mesmo porque essas pessoas não são da área e não entende a importância.

Então fica difícil de se desenvolver um trabalho na nossa cidade. O nosso teatro em construção há mais de 10 anos e sem nenhuma perspectiva de ficar pronto que seria o nosso espaço para as nossas apresentações e para as oficinas de formação. Portanto, só temos que saudar esse dia por que fazer alguma comemoração não é possível pois na verdade não temos o que comemorar.

Imagens de Chico Amaral ao longo de sua carreira como ator e produtor teatral:

 

Chico Amaral – teatrólogo

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!