Início Locais População de Patos continua fazendo aglomerações na porta de bancos. Vídeo

População de Patos continua fazendo aglomerações na porta de bancos. Vídeo

Pouco vem adiantando as medidas adotadas de distanciamento social tomadas na cidade de Patos, desde meados de março, como forma de evitar o contágio ainda maior da população por coronavírus. É só passear pelo Centro da cidade todos os dias pela manhã e você verá, por exemplo, filas e mais filas na porta das agências bancárias, um verdadeiro amontoado de clientes tentando a todo custo entrar nas agências para saque de dinheiro e outras transações.

A manhã desta sexta-feira (29) foi uma daquelas de tirar o sono de qualquer gestor. Na Avenida Pedro Firmino, onde fica localizada a agência do Bradesco, logo cedo servidores do Estado já marcavam lugares a fim de sacarem o pagamento de maio. Hoje recebem os aposentados e amanhã, os servidores da ativa.

No final de abril, a Defensoria Pública fez recomendação feita às agências de Patos, subscrita pelos defensores públicos Monaliza Montinegro, Mariane Fontenelle, Raíssa Palitot e Gerardo Rodrigues, fundamentada no Decreto Estadual nº 40.141 de 26 de março de 2020, no Código de Defesa do Consumidor e na Circular do Banco Central nº 3.991, de 19 de março de 2020.

As referidas instituições devem orientar, efetivar e controlar o distanciamento mínimo de 1,5m entre as pessoas que formam filas nas suas dependências externas, solicitar apoio do Poder Público ou contratar de serviços auxiliares privados para implementação da medida, caso não disponham de número de funcionários.

Foram recomendados ainda atendimento e acessos diferenciados para idosos e outras pessoas que constituam grupos de risco, bem como sejam fornecidos itens de higiene contra a Covid-19 na nu entrada e saída, além de higienizadas as superfícies que apresentem riscos, a exemplo de corrimãos caixas eletrônicos. Nada disso tem sido obedecido.

Nas duas agências da Caixa Econômica Federal onde estavam verificando grandes aglomerações e pessoas que estão indo todos os dias fazer a retirada do Auxílio Emergencial, problema foi resolvido com colocação de tendas e cadeiras e preservando a distância mínima entre os usuários.

A Câmara Municipal de Patos aprovou, por unanimidade, na terça-feira (12 de maio), o projeto de Lei n° 58/2020 de autoria da vereadora Fatinha Bocão, que obriga os estabelecimentos bancários e de serviços financeiros a adotarem medidas de prevenção durante o estado de calamidade pública em decorrência da pandemia causada pelo novo coronavírus (Covid-19).

De acordo com o projeto, os estabelecimentos bancários ficam obrigados a cumprir a distância de, no mínimo, 1 metro entre os clientes na fila de atendimento e entre clientes e funcionários durante o atendimento. Assim como a disponibilização de álcool em gel e máscaras para clientes e funcionários e máscaras de proteção respiratória, e quando indispensáveis, outros equipamentos de proteção individual aos funcionários.

Nos últimos dias, como forma de amenizar a precária situação, já que as agencias pouco tem feito, a prefeitura colocou vários lavabos com água e detergente para serem disponibilizados em agências bancárias, casas lotéricas, mercado público e outros pontos estratégicos da cidade.

O equipamento está servindo para o combate e enfrentamento ao coronavírus e facilitar a lavagem das mãos daquelas pessoas que circulam nesses locais.

Mesmo assim, outras medidas que deveriam ser adotadas estão sendo relevadas a último plano. Enquanto isso, Patos já registrou até esta quinta-feira (28) 568 casos de Covid-19.

Vídeo:

Vicente Conserva – Portal 40 Graus

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!