Início Perfil Dinaldo, o craque!

Dinaldo, o craque!

Imagens: Nacional de Patos

Há poucos dias, a cidade de Patos perdeu um de seus mais ilustres filhos, Dinaldo Wanderley. Ex-prefeito, ex-deputado estadual e ex-Secretário adjunto de Planejamento no governo Cássio Cunha Lima, ele também brilhou como atleta. Mas, nossa conversa sobre Cabeção (como era carinhosamente conhecido), não será sobre sua atuação como político. Vamos mostrar um pouco do seu lado de brilhante jogador que foi, tanto nas quadras de futebol de salão, quanto nos campos de futebol.

Nos anos 60, na então quadra do Tiro de Guerra ( única existente à época em Patos), desfilou o seu talento em fortíssimos campeonatos da bola pesada, que eram disputados com entusiasmo e euforia em nossa cidade. Dono de uma esquerda habilidosa e certeira, esteve sempre entre os artilheiros do futsal daquela época.

O seu sucesso nas quadras, chamou a atenção de dirigentes nacionalinos. Logo, o convite foi feito para vestir a camisa do alvo-verde patoense.

Mas, será que Dinaldo se adaptaria ao futebol de campo? Mostraria o mesmo talento e a mesma eficiência nos gramados, como mostrará nas quadras? Era a pergunta que todos faziam. Não só se adaptou, como mostrou que com a sua técnica aliada a sua inteligência, logo se transformaria num dos principais meias atacantes do nosso futebol.

Exímio cobrador de faltas, por muitas vezes balançou as redes adversárias, em memoráveis partidas realizadas nas tardes de domingo, e nas quartas à noite, para delírio dos torcedores.

Contam que no início dos anos 70, esteve para ir fazer teste no Flamengo do Rio. No entanto, a boa condição financeira da família e o seu namoro com Edina, tornaram-se empecilhos nessa ida.

Na verdade, quem o viu jogar teve o privilégio de apreciar o seu talento, fosse na quadra ou nos gramados.

Dinaldo também recebeu a admiração de torcedores de outros lugares. Os cearenses se renderam ao seu talento, notadamente, os torcedores de Guarani e Icasa de Juazeiro do Norte.

Era comum, em meados dos anos 70, o Nacional disputar torneios inter-municipais na terra de Padre Cícero, contra Icasa e Guarani. Num desses torneios, numa partida contra o Guarani em Juazeiro, o Naça venceu por 2 x 0 com uma exibição de gala de Dinaldo, a ponto da imprensa esportiva juazeirense, escolhe-lo como melhor em campo.

Ele chegou a vestir a camisa do Esporte, mas, por pouco tempo. Todavia, foi no Nacional que ele conseguiu notabilizar-se como grande atleta no futebol paraibano.

Pena que a sua carreira como jogador, tenha sido interrompida de forma tão precoce. Uma contusão no joelho, o tirou dos gramados mais cedo. Mesmo não sendo tão longa a sua trajetória como atleta de futebol ,

Certamente, o seu nome se faz presente na galeria dos grandes jogadores do futebol de Patos e da Paraíba.

Luis Carlos – radialista – para a Folha Patoense

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!