Início Gerais Cearense grávida internada com Covid-19 segura filha pela primeira vez 51 dias...

Cearense grávida internada com Covid-19 segura filha pela primeira vez 51 dias após parto de emergência

Cearense Maria Lurdiany teve quadro grave de Covid-19 e precisou ser internada aos 7 meses de gestação. — Foto: Divulgação/Hospital Regional Norte

Maria Lurdiany, 36, precisou ter forças para superar um dos momentos mais difíceis de sua vida. Grávida de sete meses, a comerciante cearense ficou mais de 50 dias internada e quase 20 em coma após evoluir para um quadro grave de Covid-19. Esperando a chegada da pequena Diany Hadassa, que veio ao mundo em 21 de maio, Lurdiany só conheceu o rosto de sua bebê 43 dias depois do nascimento, de forma virtual. Apenas no dia 7 de julho, a mãe pôde, finalmente, segurar a filha nos braços pela primeira vez. “Fiquei emocionada e chorei”, conta.

Residente na cidade de Ubajara, na região Norte do estado, ela deu entrada no Hospital Regional Norte (HRN), em Sobral, com sintomas fortes da Covid-19. Por conta do estado grave da doença, a comerciante precisou ser reanimada pelos profissionais e passar por um parto de emergência, em 21 de maio, quando nasceu a pequena Diany, às 17h. “Tive o privilégio de poder vê-la pessoalmente, na ocasião em que recebi alta do hospital”, lembra.

Na última terça-feira (7), Lurdiany recebeu alta da unidade e agora se recupera em casa, enquanto aguarda a recuperação da filha, que segue internada na Unidade de Cuidados Intensivos do HRN. A saudade não cabe no peito. “Estou aguardando com grande expectativa o dia de poder ver minha filha pessoalmente outra vez e de poder trazê-la para nossa casa”.

Veja a matéria completa no G1 CE.

G1 CE

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!