Início Locais SINFEMP diz que decreto do município de Patos fere Estatuto do Idoso....

SINFEMP diz que decreto do município de Patos fere Estatuto do Idoso. Ouça

Damião Guimarães

Em consulta a assessoria jurídica do SINFEMP, a mesma afirma que decreto do prefeito interino do município de Patos, Ivanes Lacerda, fere o Estatuto do Idoso.

É que segundo o decreto municipal, pessoas acima de 65 anos estariam dispensadas do trabalho presencial, sob a alegação da pessoa idosa.

No entanto, de acordo com a Lei Federal nº. 10.741/2003, Estatuto do Idoso, considera-se pessoa idosa a pessoa com idade igual ou superior a 60 anos de idade.

Segundo o advogado Dr. Damião Guimarães, o decreto vai de encontro ao Estatuto do Idoso, e, assim, fere a pessoa idosa ao ser obrigada a trabalhar presencialmente mesmo sendo considerada do grupo de risco para os casos da Covid-19.

Carminha Soares, presidente do SINFEMP

Para a presidente do SINFEMP, Carminha Soares, a entidade irá solicitar a interferência do Conselho Municipal do Idoso, pois entende como abuso esse decreto, desrespeitoso, que fere e afronta os idosos que são servidores públicos municipais de Patos. ”Um prefeito interino que é médico, fazer de conta que não conhece o estatuto do Idoso é uma aberração”, disse a mesma.

Além disso, o estado da Paraíba está no alerta vermelho sobre o aumento de casos de pessoas infectados pela Covid-19 e em Patos aumenta todos os dias o número de infectados e mortes. ”Será que o prefeito interino Ivanes Lacerda não defende a vida? Será que ele não tem conhecimento dessa calamidade existente? Será que ele não sabe que tem servidores com doenças crônicas e outros que se voltarem a trabalhar podem ser infectados e morrerem? Acho que ele deve analisar tudo isso”, disse a sindicalista.

Escute a fala do Dr. Damião Guimarães, assessor jurídico do SINFEMP:

SINFEMP

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!