Início Gerais Morre o sanfoneiro Geraldo Correia aos 94 anos em Campina Grande. Vídeo

Morre o sanfoneiro Geraldo Correia aos 94 anos em Campina Grande. Vídeo

O sanfoneiro Geraldo Correa faleceu neste domingo (13), em Campina Grande (Foto: reprodução)

Geraldo Bispo Antero, sanfoneiro paraibano conhecido como Geraldo Correia faleceu na manhã deste domingo (13) aos 94 anos, em Campina Grande, cidade onde nasceu. Instrumentista especialista na sanfona de 8 baixos, o músico chegou a gravar 14 discos e tocou com vários artistas nordestinos, como Luiz Gonzaga, Jackson do Pandeiro e Dominguinhos.

Os familiares de Geraldo não divulgaram a causa da morte do músico. O corpo está sendo velado em uma central de velórios no bairro do José Pinheiro e o sepultamento está previsto para acontecer na segunda-feira (14), no Cemitério do José Pinheiro, em Campina Grande.

Biografia

O instrumentista e sanfoneiro Geraldo Bispo Antero começou a tocar sanfona de oito baixos aos 12 anos de idade pegando o instrumento do irmão Severino. Ganhou o nome artístico em 1954, quando ao se apresentar na Rádio Clube de Pernambuco, esqueceu a correia do instrumento em casa e passou a ser chamado em forma de brincadeira de Geraldo da Correia.

Além de virtuoso tocador da sanfona de oito baixos, o paraibano Geraldo Correia, especialista em choros, era também um grande compositor. Sua sanfona, afinada por ele mesmo, tinha um som inconfundível, que segundo relatava o amigo Dominguinhos lembrava muito o do clarinete.

Durante oito anos, Geraldo viveu entre Rio de Janeiro e São Paulo, gravando pela Cantagalo, lendária gravadora de Pedro Sertanejo, e tocando nos diversos forrós do próprio Pedro. Em sua carreira, gravou 14 discos, e já tocou com Luiz Gonzaga, Jackson do Pandeiro e Dominguinhos, entre outros grandes nomes da música nordestina.

WSCOM

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!