Início Política Membros do MDB criticam nos bastidores indefinição de Dinaldinho com relação à...

Membros do MDB criticam nos bastidores indefinição de Dinaldinho com relação à majoritária

O Portal 40 Graus foi procurado por dois membros do MDB de Patos que mostraram seu descontentamento no final da manhã desta terça-feira (15) devido à falta de definição do partido em relação a aliança com alguma chapa majoritária na cidade.

Pedindo para não revelar os nomes, eles disseram que isso passa pela inércia e pouca habilidade política do prefeito afastado de Patos, Dinaldo Filho, que hoje comanda o partido na cidade, e que a todo momento mostra insegurança e não tem uma decisão clara sobre o assunto.

Eles acreditam que a falta de rumo do partido pode afetar em cheio os poucos candidatos que se aventuraram a disputar uma vaga na Casa Juvenal Lúcio de Sousa pelo MDB devido à pouca estrutura oferecida até agora e o palanque que não terá.

Segundo os membros da legenda, o que mais parece é que Dinaldo está desnorteado sem a liderança do pai que faleceu a pouco tempo e é quem dava as cartas e diretrizes do grupo.

Para se ter uma ideia, um dos membros havia contado dias atrás que Dinaldo havia praticamente selado em reunião da executiva municipal que ficaria neutro após a desistência do deputado Érico Djan de disputar a prefeitura já que Dinaldo havia indicado sua esposa Mirna Nóia para vaga de vice.

No entanto, na semana passada, fontes ligadas ao PDT disseram que ele se encontrara com o deputado Damião Feliciano (PDT) e a pré-candidata pelo PDT, Edjane Araújo, em Campina Grande, para selar uma aliança em torno do seu nome, cujo anúncio seria feito nesta última segunda-feira, algo que não aconteceu.

Nesta terça-feira (15), o prefeito afastado surpreendeu mais uma vez a todos ao dizer em seu pronunciamento durante a Convenção do MDB, na Associação Comercial e Industrial de Patos, que o partido ainda não definiu o seu apoio a chapa majoritária nas eleições desse ano.

Dinaldo disse que o partido fez uma reunião com os pré-candidatos a vereador nesta terça-feira, que mantiveram a indefinição sobre qual candidatura deverá ser apoiada em 2020. “Nós ainda não temos o nosso candidato a prefeito. Tivemos uma reunião hoje pela manhã, fizemos uma votação e nós ainda não temos o nosso candidato a prefeito”, disse.

Mesmo sem consenso dentro da legenda, os dois membros insatisfeitos disseram que o líder deveria dar um rumo ao partido já que os filiados não chegam a um entendimento de qual candidatura deve apoiar.

Portal 40 Graus

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!