Início Política PCdoB fala em traição do Republicanos, mas esquece de entregar os cargos...

PCdoB fala em traição do Republicanos, mas esquece de entregar os cargos no governo Ivanes

Após ser preterida da chapa do Republicanos na condição de pré-candidata vice a prefeita de Patos, a vereadora Lucinha Peixoto (PCdoB) tem usado a imprensa mais uma vez para destilar todas as suas mágoas por ter ficado de fora do processo. Em recente entrevista, Lucinha externou a sua insatisfação nas redes sociais, pois considerou a jogada política como uma “traição” contra ela.

Em uma frase, a vereadora desabafou e mostrou descontentamento com o grupo do Republicanos. “Combati o bom combate, completei a caminhada na pré-campanha, guardei a lealdade, mas da traição nem Jesus escapou”, declarou a parlamentar.

Outro que se pronunciou sobre o assunto foi um dos camaradas mais influentes da legenda, o advogado Rildian Filho, membro da Executiva do PC do B na cidade de Patos, que procurou justificar o novo posicionamento de neutralidade nas eleições.

Rildian disse que o problema é que, a saída de Ivanes atingiu também o nome de Lucinha que seria a vice. Portanto, o partido entendeu isso como uma traição, conforme repassou Rildian Filho.

O que poucos talvez saibam é que tanto o PC do B, como a vereadora Lucinha tem indicações diretas no governo do qual se sentiu traído. No entanto, segundo informações colhidas pelo Portal 40 Graus, a turma que se sente traída ainda não entregou os cargos no governo Ivanes que é do Republicanos.

Lucinha tem a filha Ana Lígia Peixoto, que é efetiva do Município como Técnica Administrativa(responsável por digitação de contratos) ocupando cargo de confiança de assessora jurídica da Secretaria de Saúde, assim como o próprio Rildian Filho que ocupa cargo semelhante, mas que ainda não colocou o cargo à disposição.

Outra indicação do partido é de Aluízio Hilário Júnior, efetivo da Guarda Municipal e que está à serviço (disposição) do Planejamento.

E por falar em Planejamento, o secretário da pasta que era também indicação da legenda, Roberto, foi o único até agora a entregar o cargo.

Outros cargos de menor escalão também seriam indicação dos comunistas que preferiram seguir dentro da neutralidade sem apoiar a nova chapa composta por Nabor Wanderley e Jacob Souto.

O que ninguém sabe até agora é se o prefeito Ivanes Lacerda irá pedir os cargos ou se irá esperar uma atitude ética com relação àqueles que se sentem traídos por seu partido.

O prefeito ainda não comentou sobre o assunto, mas auxiliares seus defendem um posicionamento à altura do Chefe do Executivo.

Vicente Conserva – Portal 40 Graus

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!