Início Locais SINDACSE cobra o pagamento do PMAQ em Patos

SINDACSE cobra o pagamento do PMAQ em Patos

O Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate as Endemias de Patos e Região (SINDACSE) está cobrando da prefeito interino Ivanes Lacerda (Republicanos) e ao secretário de Saúde, Zeca, que o pagamento do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ) seja feito aos servidores da saúde, em especial aos agentes comunitários de saúde.

Segundo o presidente do sindicato, Bosco Valadares, a comissão que acompanha o PMAQ fez o trabalho dos cálculos e constatou que cada unidade foi contemplada pela média. “Pedimos ao prefeito Ivanes Lacerda e ao secretário de Saúde, Zeca, que o pagamento seja feito aos servidores, como forma de prêmio ao servidor que vem trabalhando incansavelmente no combate à pandemia. Servidores da saúde, em especial os agentes comunitários de saúde”, disse.

Bosco também solicitou que a gestão crie a comissão de acompanhamento já para o “Previna Brasil”. “Elaborar o Projeto de Lei do Previna Brasil para ser executado a partir de janeiro de 2021, portanto esta é a reivindicação do SINDACSE em homenagem aos servidores que faz jus ao prêmio porque estão na linha de frente da Covid, estão na linha de frente de vários outros agravos de saúde e precisam ser reconhecidos pelo trabalho brilhante que vem exercendo à frente da saúde pública de Patos, fazendo um trabalho de relevância pública em prol da população. O recurso já está na conta do Município e é mais de que justo esse pagamento aos servidores da saúde”, acrescentou.

O sindicalista enfatizou que o SINDACSE defende a inclusão dos agentes de combate às endemias. “Estamos fazendo frente também para que os agentes de combate às endemias sejam incluídos e esperamos que a gestão tenha sensibilidade nesse processo”, completou.

Folha Patoense – folhapatoense@gmail.com

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!