Início Locais Morre em Cajazeiras, aos 74 anos, o poeta repentista Zé Morais, um...

Morre em Cajazeiras, aos 74 anos, o poeta repentista Zé Morais, um dos maiores do Nordeste

Zé Morais (Foto: Programa Balanço Diário/TV Diário do Sertão)

Faleceu na tarde desta quinta-feira (22), aos 74 anos, o poeta repentista José Emílio de Morais, conhecido como Zé Morais, um dos mais longevos e respeitados poetas da cultura paraibana.

De acordo com informações da sua companheira, Zé Morais faleceu em casa, no Bairro das Capoeiras, por voltas das 15h, e a suspeita é de infarto.

Nos últimos dias, Zé Morais apresentou pressão alta e foi diagnosticado com pneumonia. Ele estava sendo medicado em casa após consultar um médico.

Por causa dos sintomas de pneumonia, havia também a suspeita de Covid-19. Mas ele fez teste em laboratório e o resultado deu negativo. Os detalhes sobre o sepultamento ainda não foram confirmados pela família.

Gigante da cultura nordestina

Zé Morais era um dos maiores poetas repentistas do Nordeste. Nascido no distrito de Bandarra, na zona rural de São João do Rio do Peixe, na Região Metropolitana de Cajazeiras, ele dedicou mais de 40 anos da sua vida à viola, à poesia de cordel e ao repente. No seu currículo destacam-se CD’s, livros, programas de rádio e festivais em vários estados.

Na Rádio Alto Piranhas de Cajazeiras, apresentou o programa “Nordeste ao Som da Viola” por mais de 15 anos. Também apresentou programa na cidade de Sousa e foi um dos primeiros violeiros a comandar programa de rádio no Sertão paraibano. Participou de mais de 30 festivais em todo o Brasil e em 2018 publicou seu segundo livro, ‘Bravos Sertanejos’.

Em dezembro de 2018, Zé Morais participou do programa Balanço Diário da TV Diário do Sertão, onde contou sua história e, claro, cantou versos de sua autoria. Foi a última entrevista dele.

Jocivan Pinheiro – Diário do Sertão

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!