Início Locais Artesão agradece a ajuda da população no incêndio de sua residência em...

Artesão agradece a ajuda da população no incêndio de sua residência em Patos. Ouça

Na noite da ultima quinta-feira (22), a família de seu Erivaldo da Silva Nunes, mais conhecido como “Val”, foi surpreendido com incêndio na sua residência localizada na Rua Gilberto Taylor, no bairro das Placas, zona leste de Patos.

O incêndio começou por volta das 21h, logo que foi percebido as chamas, a população do bairro formou uma força-tarefa e conseguiram antes mesmo que o corpo de bombeiros chegasse debela o fogo. Ainda não se sabe as causas do incêndio, mas de acordo com o proprietário que tem o curso de eletricista descartou a possibilidade de um curto elétrico. “Eu tenho bastante conhecimento na parte elétrica e a parte de curto elétrico foi descartada. Eu sou eletricista concursado pelo SENAI, tenho curso de NR10 da Energisa e, portanto, sei como um fogo elétrico reage, não estou dizendo que o incêndio foi criminoso, mas o foco provavelmente começou na parte de trás do quintal,” disse o artesão.

Com relação aos moradores Val agradeceu a população pelo empenho de apagar o fogo. “Quero agradecer a comunidade das Placas e do Milindra que se empenharam e apagaram o fogo, mesmo antes da equipe do Corpo de Bombeiros chegaR e agradecer pela preocupação com minha família, pois na hora do incêndio eu não estava em casa, estava trabalhando e eles fizeram de tudo para conter as chamas. Logo que os bombeiros chegaram, fizeram seu trabalho e toda situação foi controlada,” disse Val.

Após o incêndio, o marceneiro artesão contabilizou os prejuízos, que atingiu principalmente suas ferramentas de trabalho. “A principio minhas percas foram bem menores do que eu pensava, a parte atingida foram onde ficava os produtos químicos de tintas, pistolas, até porque eu sou um marceneiro de móveis, eu sou um marceneiro artesão, eu faço peça de artesanato. Eu tenho muita madeira porque eu reciclo a madeira, eu reaproveito madeira de guarda-roupa, trabalho com madeira nova também, mas o foco é reaproveitar aquela madeira que ia para o lixo,” finalizou Val.

Erivaldo é um homem religioso e disse que mesmo com as dificuldades ele agradece a Deus por ter sido apenas danos materiais. “Amanhã mesmo eu vou fazer um culto de ação de graças. Os anjos do Senhor acamparam ao redor da minha casa. Mais uma vez quero agradecer a toda população e já estou trabalhando para garantir o sustento da minha família”, disse Val.

De Olho No Sertão

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!