Início Gerais Professora da UEPB, em áudio nas redes sociais, critica candidatas vencedoras das...

Professora da UEPB, em áudio nas redes sociais, critica candidatas vencedoras das eleições para Reitoria: “mulheres safadas… e negra veia, podre”. Vídeo

A docente, Francinete Fernandes de Sousa, que leciona no Centro de Humanidades (CH) também integra um grupo de estudos Afro-Brasileiros e Indígenas (NEAB-I). (Foto: reprodução)

Um áudio de uma professora do curso de Pedagogia do Campi da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) em Guarabira está gerando críticas pelo conteúdo classificado como uma verdadeira ‘aula de injúria racial’. O ClickPB teve acesso com exclusividade ao áudio que foi ao ar na manhã desta segunda-feira (26) no programa Arapuan Verdade. No áudio, ela ataca as candidatas que venceram o pleito das eleições para a Reitoria a UEPB, as professoras Célia Regina e Ivonildes Fonseca, e profere agressões verbais, além de injúria racial.

“Aí eles botam elas. Mulheres safadas. Uma só vivia pendurada nas plásticas e festas e não tem nada dela de trabalho. A outra, uma ‘nega véa’ podre”, diz trecho do áudio vazado nas redes sociais.

A docente, Francinete Fernandes de Sousa, que leciona no Centro de Humanidades (CH) também integra um grupo de estudos Afro-Brasileiros e Indígenas (NEAB-I).

Ainda segundo o áudio vasado, a professora disse que o resultado da eleição da consulta à Reitoria é meramente ideológico. “Ganha por ideologia. Se você disser ‘é esquerda’, PT, PCdoB… não adianta você fazer nada. Eles votam nessas pessoas… e eu torço para que Bolsonaro ganhe todas as eleições”, reforça.

A chapa 2 das professoras foi vencedora com um percentual de 44,54% do total de votos, recebendo 388 votos dos docentes, 283 dos técnicos administrativos e 2.027 dos discentes.

O ClickPB contactou a assessoria da UEPB, mas até o fechamento desta matéria não obteve informações do que será feito sobre o caso.

Emmanuela Leite – ClickPB

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!