Início Gerais Plataforma de comércio eletrônico para agricultores familiares é lançada na Paraíba

Plataforma de comércio eletrônico para agricultores familiares é lançada na Paraíba

Site tem lojas específicas para cada empresa parceira e galeria geral de produtos — Foto: reprodução/Galeria Rural

Uma plataforma de comércio eletrônico para reunir pequenos agricultores e produtos paraibanos à venda no estado foi lançada neste mês de outubro. O site, um marketplace, foi desenvolvido por causa dos desafios enfrentados pelos comerciantes durante a pandemia de Covid-19.

Conforme as informações da plataforma, os comerciantes interessados podem ser parceiros do e-commerce, garantindo loja virtual grátis e sem mensalidade fixa. O site oferece ainda consultoria para montagem da identidade online da loja e gerenciamento dos produtos.

O site oferece uma lista de produtos e vendedores, com opções variadas de pagamento e ainda mostra se a empresa faz ou não entrega em domicílio. Entre os produtos oferecidos, é possível encontrar hortifruti, doces, bolos, pães artesanais, alimentos orgânicos, polpas de fruta, mel de abelha, manteiga, queijos, entre outros itens produzidos por agricultores e empreendedores da Paraíba.

Além da loja virtual, o site também tem uma sede fixa no modelo de coworking, com compartilhamento de espaços e recursos de escritório, para que os lojistas possam organizar reuniões e outras atividades que necessitem de espaço presencial.

Marketplace tem hortifruti, polpa de frutas, pães artesanais, mel de abelha e outros produtos de agricultores familiares da PB — Foto: reprodução/Galeria Rural

“A ideia é fomentar a economia colaborativa a trazer um diferencial para agricultores familiares, empreendedores e que, de algum modo, pudesse servir de inspiração para pessoas que têm o sonho de empreender. Acreditamos no potencial da agricultura familiar em nosso estado e temos consciência que juntos, com um bom planejamento de mercado, daremos ainda mais visibilidade ao setor e às áreas afins que ele movimenta”, explica Rogeany Gonçalves, CEO do site e que trabalha há cinco anos com agronegócio.

G1 PB

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!