Início Locais Descumprindo ordem judicial, coligação realiza repetidas aglomerações em Teixeira

Descumprindo ordem judicial, coligação realiza repetidas aglomerações em Teixeira

De acordo com relato em redes sociais, a Coligação Pra Teixeira Seguir em Frente, desde do início da campanha eleitoral 2020, vem descumprindo o Decreto Estadual n°. 40.304/20.

Nas imagens facilmente obtidas e captadas por vídeos e fotos, que circulam em redes sociais oficiais da coligação Pra Teixeira Seguir em Frente, tais como, Instagram, Facebook e grupos de WhatsApp, é possível ver as repetidas aglomerações de partidários, veículos utilitários equipados com paredões de som, consumo de bebida alcoólica, pessoas sem utilizar máscaras ou sem manter o distanciamento mínimo estipulado em lei, tipificando descumprimento e descaso com a lei e com os agentes que “deveriam” fazer cumprir a legislação vigente.

“Em contrapartida, a justiça continua passiva e cordata, fazendo vista grossa e deixando a população à mercê, Teixeira se tornou uma cidade sem lei”.

Segundo convencionais dos demais partidos do município, agentes da lei estão sendo passivos diante dos eventos realizados pelo partido da situação, enquanto partidários das da oposição não podem realizar eventos de qualquer natureza, que a polícia militar impede, “já chegam mandando dispersar e ameaçam usar spray de pimenta contra os cidadãos ali reunidos”.

Na última sexta feira, 06 de novembro, Carlos Gustavo Guimarães Albergaria Barreto, Juiz Eleitoral – 30ª Zona Eleitoral, deferiu em caráter de urgência, e intimou representantes, por meio de ordem judicial direta, pessoal e individualizada, solicitando para que se abstenham de realizar/participar/anuir de qualquer forma com eventos vedados pela Portaria nº 44/2020, por envolverem grande aglomeração de pessoas, sob pena de multa cominatória pessoal e individual no importe de R$ 300.000,00, como também solicitou previamente à Polícia Militar, tanto ao 3º Batalhão de Patos-PB quando à 4ª Companhia Militar de Teixeira-PB, para que disponibilizem efetivo suficiente ao cumprimento da ordem.

Mas o que se viu neste último sábado, 07 de novembro, foi descaso e desobediência da lei, candidatos incitando a população a participarem de aglomerações e a polícia militar ausente e conveniente com o descumprimento do decreto judicial.

Em depoimento, populares e representantes partidários, atos de aglomerações e desacato a lei continuam sendo praticados e divulga Pra Teixeira Seguir em Frente com os munícipes e passividade por parte da justiça diante de tais ações.

Teixeira continua em bandeira amarela, não havendo testagens ou divulgação de boletim epidemiológico, as regras de biossegurança para o combate ao Covid-19 são de conhecimento e responsabilidade de todos e devem ser fiscalizadas de forma efetiva.

Veja decreto

Vídeos:

Assessoria – Patos Metrópole

 

 

 

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!