Início Locais Hugo Motta presta solidariedade a Arimateia e família e pede investigação rigorosa...

Hugo Motta presta solidariedade a Arimateia e família e pede investigação rigorosa contra crime

O deputado federal Hugo Motta, presidente estadual do Republicanos na Paraíba, usou suas redes sociais para prestar solidariedade ao seu correligionário, ex-prefeito de Santa Terezinha-PB, Arimateria Camboim, bem como a sua família, que foram vítimas na manhã deste domingo (8) da ação de um bando que invadiu sua fazenda Nova Cachoeira localizada na Zona Rural do município, e tocou o terror.

O ex-prefeito foi brutalmente espancado pelos criminosos para que o dinheiro e bens de valor fossem entregues. Devido as agressões, Arimatéia Camboim ficou com o rosto desfigurado.

Testemunhas informaram que os criminosos estavam bastante agressivas e mandaram a mãe do candidato de 98 anos que estava na residência ficasse deitada no chão. Além de Arimatéia outras pessoas foram agredidas.

Segundo Hugo, o ato bárbaro não pode ficar impune. “Estamos em choque com esse crime brutal que foi praticado na manhã de hoje contra nosso candidato Arimateia Camboim em sua fazenda. Já tivemos contato com o comandante Geral da Polícia Militar, coronel Euller Chaves, para que apure esse crime”, relatou ele.

Segundo o comandante do 3º Batalhão da Polícia Militar, Rômulo Ferreira, homens fortemente armados teriam invadido a fazenda, fazendo as vítimas de reféns e, também, agredindo alguns dos presentes, entre eles o próprio candidato.

Foram levados joias, dinheiro e um veículo, modelo Duster. “O veículo que foi levado no assalto foi recuperado nas proximidades do local, em uma estrada rural. Ainda não há suspeitos, mas as diligências continuam”, afirmou o comandante.

De acordo com o comandante, no momento do assalto, cerca de 10 pessoas estavam na propriedade e aquelas que iam chegando iam sendo feitas de refém. “Eles chegaram por volta das seis da manhã, afirmando ser da Polícia Federal e, em seguida, anunciaram o assalto. Passaram cerca de duas horas lá dentro e, segundo as vítimas, estavam usando armas longas e pistolas”, disse.

O deputado afirmou ainda que entrou em contato com o secretário de Segurança Pública do Estado, delegado Jean Nunes, e com o governador João Azevedo cobrando providências urgentes. “Vamos cobrar que esse crime seja elucidado e que seu responsáveis sejam punidos na forma da lei”, garantiu ele.

Veja na íntegra a matéria do Portal 40 Graus.

Vicente Conserva – Portal 40 Graus

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!