Início Cultura Secretaria Executiva da Mulher de Patos e CRAM visitam Associação da Serra...

Secretaria Executiva da Mulher de Patos e CRAM visitam Associação da Serra do Talhado

Funcionárias da Secretaria Executiva de Políticas para as Mulheres e do CRAM (Centro de Referência de Atendimento à Mulher), de Patos, visitaram, em parceria com o CRAM de Santa Luzia, na manhã desta sexta-feira, dia 20 de novembro, a Associação Comunitária das Louceiras Negras da Serra do Talhado, que fica localizado na cidade de Santa Luzia.

A visita faz parte do calendário dos 16 dias de ativismo pelo fim da violência doméstica, assim como marcando o dia da Consciência Negra em 20 de Novembro.

A Secretária Executiva da Mulher de Patos, Jonalva Medeiros, destacou porque a escolha da visita nesta sexta-feira.

“Tanto para fazer essa homenagem, como hoje é o dia da Consciência Negra, e pelos 16 dias de ativismo e resolvemos vir aqui justamente para compreender de perto a história dessas mulheres que são reconhecidas não só na Paraíba, mas a nível nacional. Essa luta que elas têm que vem desde Maria do Céu, quilombola que foi morta, que tem essa história. Aqui estamos comprovando, assistindo de perto esse resgate dessas mulheres, esse trabalho que elas têm, belíssimo, e que precisa ser reconhecido por nós, mulheres”.

Gileide da Silva Ferreira, presidente da Associação Comunitária das Louceiras Negras da Serra do Talhado, afirmou que foi uma satisfação poder receber a equipe de Patos, após um ano difícil. Ela esclareceu que o dia da Consciência Negra não é comemorado pelas artesãs.

“Aqui a gente não comemora o dia da Consciência Negra, a gente comemora com trabalho, com discursos entre eu e as meninas, pois aqui é todo mundo família. Estamos aqui de portas abertas para receber todo mundo que queira visitar, conhecer o trabalho das louceiras negras do quilombo do talhado”, disse.

A Comunidade Urbana de Serra do Talhado é reconhecida como remanescente de quilombo e há dois anos, Gileide pode representar o quilombo na Argentina. “As mulheres negras do quilombo do Talhado foram reconhecidas em nível estadual e mundial. Eu fui representar as mulheres negras na Argentina, nós fomos escolhidas na Paraíba para ir representar a Paraíba na Argentina e foi uma honra”.

As louças da Associação Comunitária das Louceiras Negras da Serra do Talhado são todas de fabricação manual, feitas por mulheres da mesma família, e vem de geração em geração.

Coordecom

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!