Início Saúde João Azevêdo decide colocar unidade I da Maternidade Frei Damião em funcionamento...

João Azevêdo decide colocar unidade I da Maternidade Frei Damião em funcionamento para tratamento de pacientes com Covid-19

Foto: José Marques

Ele reforçou o apelo à população para cumprir as recomendações das autoridades sanitárias e evitar uma maior disseminação do novo vírus. “Essa semana contratamos mais 160 médicos. Neste sentido, é importante ponderar que temos um limite de capacidade de abertura de leitos, por isso o cuidado que as pessoas devem ter para evitar a aglomeração e, consequentemente, uma internação. O estado está fazendo o seu papel e pedimos à população que cumpra com sua parte, com seu conceito de humanidade e de solidariedade para que a gente possa vencer essa guerra”, acrescentou.

O secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros, afirmou que os novos leitos deverão entrar em operação a partir da próxima semana. “Essa é uma ação permanente, que faz parte do nosso Plano de Contingência. Estamos ampliando leitos no Hospital de Clínicas de Campina Grande, que será o maior do estado para atendimento Covid, com 113 leitos, sendo 60 de UTI, já ampliamos no Metropolitano, em Santa Rita, e no Hospital de Trauma Humberto Lucena, onde abriremos mais 19 leitos, e na Frei Damião, onde futuramente será construído o Hospital da Mulher, mas que tem todo um espaço físico disponível para que seja ocupado com pacientes Covid. Nós também teremos aumento em Cajazeiras e Piancó, que proporcionará aos paraibanos uma rede hospitalar que dê respostas e pedimos para a sociedade contribuir, obedecendo o isolamento domiciliar”, falou.

Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena – O governador João Azevêdo também esteve no Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, onde já estão funcionando 10 leitos de UTI. Neste fim de semana, mais 19 leitos serão ativados na unidade hospitalar.

“Já colocamos em funcionamento uma unidade para pessoas com Covid-19, localizada numa área isolada do restante do hospital, com entrada e saída exclusiva para pacientes e funcionários, com dez leitos de UTI. Ampliamos agora com uma unidade semi-intensiva, que funcionará anexa à Terapia Intensiva para dar suporte aos pacientes que podem sair da UTI, mas que não têm ainda condições de voltar para suas casas, atendendo a uma demanda que ainda é crescente”, explicou o diretor do hospital, Laecio Bragante.

SECOM-PB

Fotos: José Marques

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!