Início Saúde Paraíba contribui com inquérito que avalia a cobertura vacinal em crianças nascidas...

Paraíba contribui com inquérito que avalia a cobertura vacinal em crianças nascidas em 2017 e 2018

Cerca de 900 crianças de João Pessoa nascidas em 2017 e 2018 estão sendo visitadas e farão parte de um levantamento para avaliar a cobertura vacinal nessa população. A pesquisa, realizada pelo Programa Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde com o apoio da Secretaria de Estado da Saúde, teve início em dezembro do ano passado e encontra-se em 80% do andamento na capital paraibana. O inquérito abrange as regiões urbanas de 19 capitais brasileiras e no Distrito Federal.

O projeto do Ministério da Saúde verifica as vacinas BCG, hepatite B, poliomielite, pentavalente, rotavírus humano, febre amarela, meningococo conjugada C, pneumococo conjugado 10 valente, influenza, hepatite A, tríplice viral, varicela e reforço para DPT e Poliomielite. Atualmente o levantamento avança em 12 bairros da capital: Tambaú, Manaíra, Bessa, Jardim Oceania, Aeroclube, Pedro Gondim, João Agripino, Miramar, Brisamar, Bairro dos Estados, Tambauzinho e Expedicionários.

O PNI é a referência mundial para o calendário de vacinas do Sistema Único de Saúde (SUS), com oferta universal. A proposta do Inquérito de Cobertura Vacinal nas Capitais do Brasil tem o objetivo de definir novas estratégias que possibilitem melhorar o acesso à vacinação das crianças brasileiras e, desta forma, ampliar as coberturas vacinais em todo o país para proteger a saúde de toda a população brasileira. A pesquisa no total, nacionalmente, contempla 52 inquéritos, cada um com 450 entrevistas

Os entrevistadores que visitam as casas selecionadas são devidamente identificados e treinados, fazendo uso de equipamentos de proteção individual e coletivo (máscara, protetor facial e álcool em gel), além de manter uma distância segura dos entrevistados. “É importante a adesão da população selecionada para responder ao questionário. Este levantamento poderá viabilizar novas estratégias para alcançar as crianças que não estão cobertas pelas doses dispostas no calendário vacinal e evitar a infecção por doenças graves que podem ser evitadas por meio da vacina”, explica a chefe do Núcleo de Imunização, Isiane Queiroga.

A população pode obter mais informações sobre a pesquisa e tirar dúvidas, por meio do telefone 0800 025 0174, do Disque Saúde – 136 ou pela coordenação do estudo em João Pessoa, Meirhuska Meira, no e-mail meirhuska@gmail.com ou (83) 99950-4563.

SECOM-PB

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!