Início Economia Botijão de gás de cozinha deve ultrapassar os R$ 100,00 em Patos

Botijão de gás de cozinha deve ultrapassar os R$ 100,00 em Patos

Compartilhe!

Nesta segunda-feira, dia 19, haverá mais um aumento no valor do gás de cozinha para os consumidores. 2021 foi o ano de mais reajustes no preço e vamos para o 6º causando revolta aos consumidores, principalmente os mais pobres, pois a compra de gás de cozinha já representa quase 10% do valor do salário mínimo.

Na cidade de Patos, alguns estabelecimentos devem vender o gás de cozinha a mais de R$ 100,00. Em alguns estados, o preço do produto está sendo comercializado a R$ 130,00 e o fato está obrigando famílias pobres a buscar alternativas que podem causar danos ambientais e mais problemas sociais.

A alta do preço na Paraíba está diretamente ligada ao fechamento do maior fornecedor de gás do nosso Estado. Com isso, a compra do produto pelos comerciantes vem sendo feita no Complexo Industrial Portuário Governador Eraldo Gueiros, mais conhecido como Porto de Suape, localizado na região metropolitana do Recife/PE.

Quando junta o preço do frete, logística, pagamento de funcionários, impostos, lucro médio dos vendedores, além de outros fatores, o valor acaba mesmo sendo repassado para os consumidores que amargam os constantes reajustes no produto que é fundamental nas cozinhas de todos.

Paulo Guedes, Ministro da Economia, prometeu por diversas vezes que o botijão de gás de cozinha seria vendido ao preço de R$ 35,00. O ministro afirmava que a venda de setores públicos da Petrobras iria dar mais concorrência e isso garantiria a redução no valor, mas não foi o que aconteceu, pois o Governo Federal vendeu a Liquigás, da Petrobrás, mas o efeito foi contrário. Outro fato é que o Governo Federal não tem criado condições de concorrência e as empresas públicas estão cada vez mais sucateadas.

Jozivan Antero – Polêmica Patos

Print Friendly, PDF & Email
Compartilhe!
Deixe seu comentário!