Início Política Após 3 semanas, novos atos contra Bolsonaro ocorrem em ao menos 187...

Após 3 semanas, novos atos contra Bolsonaro ocorrem em ao menos 187 cidades

3.jul.2021 - Manifestantes participam de atos contra o governo de Jair Bolsonaro em Brasília (Imagem: Hanrrikson de Andrade/UOL)
Compartilhe!

Estão previstos para hoje (24) novos atos contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em ao menos 187 cidades do Brasil e no exterior, segundo as entidades organizadoras. A convocação acontece três semanas após manifestações no início do mês.

Chamados de #24JForaBolsonaro, os protestos voltam a levantar a bandeira do impeachment, além de pedidos por mais vacinas, auxílio emergencial de R$ 600 e empregos.

Os organizadores também criticam o que chamaram de “aventuras autoritárias” de Bolsonaro, ao falar sobre futuras fraudes na apuração se não houver voto impresso em 2022 e ele for derrotado.

Em nota publicada na quarta, partidos e centrais sindicais chamam a população para os protestos na avenida Paulista, em São Paulo, onde reuniram, em 3 de julho, partidos historicamente opostos como PT e PSDB.

Segundo os organizadores, integrantes do MDB também estarão do evento. A ideia é ampliar a participação para além do campo da esquerda, atraindo outras vozes do centro e da centro-direita.

Essa ampliação, contudo, não é consenso. No ato anterior em São Paulo, membros do PCO (Partido da Causa Operária) tentaram expulsar pessoas do PSDB e criaram uma confusão já na dispersão do evento.

A organização orienta o uso de máscaras e de álcool em gel e manutenção do distanciamento social durante as manifestações.

Em 29 de maio e em 19 de junho, também houve atos contra o governo com milhares de pessoas nas ruas. Os apoiadores de Bolsonaro também intensificaram as motociatas, algumas com a presença do presidente. Em maio, aconteceu uma no Rio, e em junho, em São Paulo. Neste mês, foi a vez de Porto Alegre, no dia 10. Bolsonaro iria no dia 17 a uma em Manaus, mas cancelou após uma obstrução intestinal.

Os atos deste sábado acontecem às vésperas do Dia Internacional da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha, comemorado no dia 25 de julho, e terão participação da Coalizão Negra por Direitos.

“As mulheres e todo o movimento marcharão neste 24 de julho para derrubar a ideologia bolsonarista e para que a sociedade brasileira também possa centrar suas ações na promoção da vida das famílias lideradas por mulheres negras”, diz nota do grupo.

Veja locais e horários dos protestos de hoje nas capitais:

Norte

  • Macapá: Praça da Bandeira, às 16h
  • Belém: Praça da República, às 8h
  • Porto Velho: Praça do CEU, às 8h30, e Campo Florestão, na av. Jatuarana, às 16h
  • Boa Vista: Praça Germano Sampaio, às 9h
  • Palmas: Posto Trevo, às 8h

Nordeste

  • Salvador: Campo Grande até praça Municipal, às 10h
  • Fortaleza: Praça Portugal, às 15h
  • São Luís: Praça Deodoro, às 9h
  • João Pessoa: Carreata e Caminhada Mercado Publico de Mangabeira, rumo à praça da Paz, às 9h
  • Recife: Praça do Derby, às 10h
  • Teresina: Praça Rio Branco, às 8h
  • Natal: Midway, às 15h
  • Aracaju: Praça do Leite Neto (Av. Hermes Fontes/Palácio do Governo), às 14h

Centro-Oeste

  • Brasília: Museu Nacional, às 15h
  • Goiânia: Praça do Trabalhador, às 9h
  • Campo Grande: Praça do Rádio, às 9h

Sudeste

  • Vitória: Praça Jucutuquara, às14h
  • Belo Horizonte: Praça da Liberdade, às 13h30
  • Rio de Janeiro: Monumento Zumbi, às 10h
  • São Paulo: Masp, às 15h

Sul

  • Florianópolis: Largo da Alfândega, às 13h
  • Porto Alegre: Prefeitura, às 15h

Exterior

  • Frankfurt am Main (Alemanha), às 16h (horário local)
  • Freiburg im Breisgau (Alemanha), às 13h (horário local)
  • Montréal (Canadá), às 15h (horário local)
  • Toronto (Canadá), às 15h (horário local)
  • Newark (EUA), às 12h (horário local)
  • Boston (EUA), às 13h (horário local)
  • Los Angeles (EUA), às 11h (horário local)
  • Nova York (EUA), às 16h (horário local)
  • Paris (França), às 17h (horário local)
  • Braga (Portugal), às 18h
  • Lisboa (Lisboa), às 18h (horário local)
  • Porto (Portugal), às 16h30 (horário local)
  • Londres (Reino Unido), às 13h e 15h (horário local).

UOL

Print Friendly, PDF & Email
Compartilhe!
Deixe seu comentário!