Início Gerais Sem internet, energia e água em casa, paraibana se prepara para o...

Sem internet, energia e água em casa, paraibana se prepara para o Enem: ‘Nunca parei de estudar’

Geovânia França, 19 anos, fará o Enem neste domingo (21), na Paraíba — Foto: Geovânia França/arquivo pessoal

No Agreste da Paraíba, em uma cidade com quase 4 mil moradores (segundo o IBGE), mora Geovânia França da Silva, de 19 anos, em uma casa sem energia e água encanada. Ao longo de 2021, a jovem conseguiu estudar para o Enem utilizando a internet da vizinha.

Geovânia é uma das 93.452 pessoas que farão o Enem neste domingo (21) e no próximo (28), na Paraíba. Estudante da Escola Cidadã Integral Sagrado Coração de Jesus, Geovânia sonha com a aprovação no curso de Educação Física.

Desde de outubro, a estudante tem aulas presenciais dois dias por semana. Durante o ensino remoto, a jovem busca tarefas impressas na escola e utiliza a internet da vizinha para pesquisas.

“A gente passa por muitas provações, mas eu nunca parei de estudar. O Enem é uma oportunidade muito importante pra mim”, conta a jovem.

Desde 2020, o local onde a estudante mora, em um terreno doado pela prefeitura, está sem energia elétrica. A cidade também não tem água encanada e os moradores são abastecidos por carros-pipa há sete meses.

“Duas Estradas ainda não tá pavimentada, não tem energia e estamos passando por uma crise de água. Está uma dificuldade imensa”, relata a estudante.

Além disso, Geovânia e o seu companheiro não possuem renda fixa. Ambos estão desempregados e vivem de bicos e doações de alimentos que recebem.

Vivendo estas dificuldades, alternando os estudos com algumas faxinas que faz, Geovânia continuou estudando e está com boas expectativas para a prova.

Neste domingo (21), a jovem vai estar pronta às 10h. Ela vai fazer a prova em Guarabira, a pouco mais de uma hora de viagem de Duas Estradas.

Quando precisa ir até a escola, a jovem caminha a pé cerca de 30 minutos. Neste domingo, a prefeitura de Duas Estradas irá disponibilizar um ônibus para os estudantes fazerem a prova em Guarabira.

As desiguldades do Enem 2021

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é a porta de entrada para o ensino superior público. Em 2021, 3,1 milhões de pessoas tentarão passar por esta porta – apesar de parecer um número alto, esta é a menor quantidade de inscritos no exame em 16 anos.

O número de inscrições reflete a situação educacional no país. Apesar de ser um direito assegurado na Constituição Federal, nem todos possuem acesso a educação – de acordo com relatório da Unicef, em novembro de 2020 havia cerca de 1,5 milhão de jovens de 15 a 17 anos sem qualquer tipo de acesso à educação no Brasil.

Na Paraíba, o número de matriculados no ensino médio reduziu 1,7% em 2020 em comparação com 2016, de acordo com o Censo da Educação Básica 2020 do Estado da Paraíba, publicado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

G1 PB

Print Friendly, PDF & Email
Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o portal Folha Patoense não publicará os comentários dos leitores. Voltaremos ao normal logo após o período eleitoral.