Início Locais Zé Gonçalves volta a cobrar projeto de reajuste salarial para os servidores...

Zé Gonçalves volta a cobrar projeto de reajuste salarial para os servidores da Câmara de Patos e pede prioridade para o quadro efetivo

Compartilhe!

O vereador sindicalista Zé Gonçalves (PT) voltou a cobrar celeridade nos encaminhamentos para que a Presidência da Câmara Municipal apresente um projeto de reajuste salarial para os servidores da Casa Legislativa, priorizando aqueles do quadro efetivo.

Na sessão ordinária dessa quinta-feira (4), o parlamentar mirim disse que os trabalhadores e trabalhadoras esperam ansiosos uma resposta imediata e que seja apresentado um Projeto de Lei que assegure 35% de reajuste salarial. Ele destacou a prioridade que deve ser dada ao quadro efetivo que soma 45 servidores, mesmo que para isso tenha que cortar servidores comissionados de vereadores.

A reivindicação é que ocorra também a atualização da tabela de remuneração para 2022, já que esses servidores ainda recebem de acordo com tabela de 2006, e a apresentação de um Plano de Cargos, Carreiras e Salários.

“Eu faço aqui um apelo a todos os vereadores e vereadoras a fazerem a defesa dos servidores e servidoras dessa Casa”, convocou.

Zé Gonçalves criticou a demora dos trabalhos de uma auditoria que está sendo feita e enfatizou a defasagem dos salários que são pagos ainda de acordo com uma tabela de 2006, quando já estamos em 2022. “Não tem sentido isso, portanto precisamos de uma resposta rápida”.

Ele defende uma isonomia porque considera que o Plano de Cargo e Carreira em vigor “foi chafurdado”. “Aqui na Câmara, historicamente, o que acontecia era dar aumento a servidor por cara. E a gente tem que acabar com isso aqui”, reiterou.

De acordo com Zé Gonçalves, tem pessoas com o mesmo tempo de serviço com uma diferença de salário que chega a ser de R$ 2 mil a R$ 3 mil de um para o outro. “Tem que ter igualdade salarial. Tem que ter respeito a todos e a todas. Tem que acabar com a politicagem aqui dentro da Câmara Municipal”, reivindicou.

A presidente Tide Eduardo fez um esclarecimento, afirmando que já ocorreram as reuniões, que está sendo elaborada a proposta, será também apresentada a proposta ao SINFEMP e que a presidente Carminha Soares, está acompanhando toda a discussão.

Agora Patos

Deixe seu comentário
Print Friendly, PDF & Email
Compartilhe!