Início Famosos MP da Paraíba retoma investigação contra José Dumont por estupro em 2009

MP da Paraíba retoma investigação contra José Dumont por estupro em 2009

José Dumont foi preso em flagrante por armazenar pornografia infantil nesta quinta-feira (15) - Foto: divulgação

O MPPB (Ministério Público da Paraíba) retomou a investigação contra o ator José Dumont, 72, pelo crime de estupro de vulnerável. O artista foi preso na quinta-feira (15), no Rio de Janeiro, por armazenamento de pornografia infantil.

A denúncia de que ele recebia menores de idade em seu apartamento foi feita por uma vizinha do ator ao MPF (Ministério Público Federal) em 2013. Segundo o MPPB, na época, a Promotoria de Justiça tomou as medidas necessárias, requisitando a abertura do inquérito, mas na investigação não foram achados elementos suficientes para denunciar Dumont à Justiça.

Com a prisão do ator, o Ministério Público vai retomar a investigação e fazer oitiva das supostas vítimas, já que a falta de identificação e localização dos menores de idade foi um dos motivos que inviabilizou a denúncia na ocasião. A polícia paraibana deve interrogar Dumont à distância.

O crime teria acontecido em 2009, na cidade de Cabedelo, onde José Dumont tinha um apartamento. Em documentos obtidos pela reportagem, duas testemunhas alegam ter presenciado abusos por parte do ator contra um grupo de meninos.

Uma das mulheres detalha que começou a achar o comportamento do artista estranho já que ele não cumprimentava outros moradores do condomínio onde morava, mas que o apartamento do ator “estava sempre cheio de meninos”.

A testemunha relata ainda que chegou a ouvir que o artista “presenteava os meninos, dando dinheiro, comprando muitos bombons, chocolates, sorvetes, todo tipo de guloseimas que criança gosta”.

Ainda em depoimento, a mulher afirma que viu quando José Dumont acariciou “as pernas e o rosto da criança; que as crianças que costumavam frequentar o apartamento do ator eram pobres; que ouviu comentários das crianças de prática de sexo anal, porém nunca chegou a ver tal prática”.

Já a segunda testemunha contou para a Polícia Civil da Paraíba que o ator “sempre estava acompanhado de crianças do sexo masculino; que as mães dos meninos do condomínio não permitiam que estes fossem ao apartamento do ator, pois achavam estranho o comportamento”.

A mulher conta que eram crianças que moravam próximo ao prédio que costumavam frequentar o apartamento de José Dumont.

Ela relata que “presenciou uma criança baixando o short e o ator ficou olhando para ela, que a criança levantou a roupa e José Dumont o abraçou e acariciou as partes íntimas desta criança; que o ator costumava jogar bola com os meninos e sempre dava um jeito de acariciar os órgãos genitais das crianças e ficava olhando para ver se tinha alguém observando”.

Segundo as autoridades policiais, o caso não teve andamento por dificuldade em conseguir um depoimento do ator. José Dumont também é investigado por estupro de vulnerável no Rio de Janeiro.

Splash

Deixe seu comentário
Print Friendly, PDF & Email
Comente e compartilhe!