Início Política “Não há sorteio de casas do São Judas Tadeu agora”, diz Jamerson...

“Não há sorteio de casas do São Judas Tadeu agora”, diz Jamerson Ferreira. Secretária diz que o sorteio acontecerá de forma transparente

O candidato a deputado federal Jamerson Ferreira disse nesta quarta-feira (21) que irá denunciar às autoridades, caso políticos estejam utilizando programa habitacional em Patos para fim “eleitoreiro” na cidade. O fato se deu após denúncias de pessoas escritas no programa da Companhia Estadual de Habitação Popular (CEHAP), que a companhia estaria realizando ligações telefônicas para os possíveis beneficiados, confirmando a contemplação da pessoa inscrita no programa. As denúncias foram veiculadas através da imprensa patoense.

O Residencial São Judas Tadeu 1 e 2 é uma obra do Governo Federal e terá 856 apartamentos.

Segundo Jamerson, que também é vereador no município, “não há contemplação, pelo menos nesse momento. A CEHAP está ligando, até de forma estranha em período eleitoral, avisando as pessoas da verificação das informações do que foi feito do cadastro. Não tem ninguém contemplado agora e as casas serão entregues quando o residencial for concluído”, disse o candidato.

A secretária de Desenvolvimento Econômico de Patos, Mila Nóbrega, explicou em entrevista à imprensa que a entrega dos apartamentos do conjunto São Judas Tadeu um e dois, acontecerá através de sorteio e não por escolha, e reafirmou que as referidas ligações telefônicas estão de fato acontecendo, mas o intuito é a checagem das informações repassadas pelos inscritos no cadastro.

Mila Nóbrega disse ainda que há dez mil pessoas cadastradas no programa, porém, somente 800 pessoas receberão os imóveis, desde que comprovem os requisitos solicitados pelo programa.

Por sua vez, o candidato afirmou que defende que o sorteio para a entrega dos apartamentos aconteça de forma aberta e transparente, e disse que vai denunciar caso alguns candidatos estejam usando de forma “eleitoreira” as unidades habitacionais que estão sendo construías pelo Governo Federal e entregues pelo Governo do Estado na Capital do Sertão. Pela dimensão da obra, não é possível afirmar que será concluída e entregue aos beneficiados até o final do ano que vem.

Assessoria

Deixe seu comentário
Print Friendly, PDF & Email
Comente e compartilhe!