Início Informes publicitários Regulamentar jogo significa arrecadação, empregos e economia girando

Regulamentar jogo significa arrecadação, empregos e economia girando

Muita gente pode não saber, mas houve um tempo em que os jogos de azar eram legalizados no Brasil. Até 1946, práticas como jogo do bicho, cassinos e bingos eram permitidas em território nacional. Mas foi neste ano que o então presidente Eurico Gaspar Dutra baixou um decreto as proibindo. Só que isto não impediu que continuassem, mesmo na clandestinidade.

Neste sentido, já faz alguns anos que há uma discussão constante sobre a volta e legalização desse tipo de atividade. Exemplo disto é o chamado Marco Regulatório dos Jogos, que surgiu na Câmara a partir da PL 442/91. E mesmo que por décadas ele tenha ficado engavetado, em fevereiro de 2022 ele foi aprovado na casa legislativa e enviado ao Senado.

Assim sendo, hoje vamos analisar como a regulamentação dos jogos de azar podem trazer vários benefícios ao país. E entre os principais se destacam, por exemplo, arrecadação de impostos, maior empregabilidade e um verdadeiro impulso na economia.

Marco Regulatório dos Jogos: um tema que divide opiniões

Quando se fala em jogos de azar, um dos primeiros pontos discutidos sobre essa ideia é o quanto essa prática arrecada. O mercado ilegal de jogos que envolvem apostas movimenta mais de 20 bilhões de reais por ano aqui no Brasil. Só que ninguém sabe para onde vai todo esse dinheiro. 

No caso de instituir o Marco Regulatório dos Jogos, a realização de todo e qualquer jogo desse tipo seria tributada e controlada pelo governo. Como resultado, haveria grande arrecadação de impostos a partir dessa prática. Esse valor poderia ser investido em áreas estratégicas como educação e saúde. Atualmente, esse processo ocorre com as loterias, que são legalizadas.

O segundo aspecto com relação a legalização dos jogos de azar é a geração de empregos. Isto porque a criação de cassinos, bingos e locais para realizar o jogo do bicho, por exemplo, teria que contar com mão de obra especializada para funcionar.

Além disso, cabe lembrar também que essa prática regulamentada também geraria empregos indiretos. Isso porque os jogos de azar no Brasil movimentariam áreas estratégicas, como o turismo. Assim, resorts, hotéis e estabelecimentos do tipo sairiam ganhando.

Neste sentido, cabe um dado importante. Por ano, centenas de milhares de cidadãos brasileiros saem para apostar em locais em que o jogo é legalizado. Com base neste dado, estima-se que o ato de regulamentar jogos em território nacional movimentaria 60 bilhões de reais. 

Por fim, tudo isso se reflete diretamente na economia do Brasil de forma geral. Afinal de contas, trata-se de mais dinheiro circulando em todo o território nacional. Assim sendo, estes são os principais aspectos benéficos em regulamentar o jogo no país.

Jogo do Bicho: o potencial de um dos principais jogos de azar do país

Criado em 1892, o jogo do bicho é uma das modalidades de apostas mais famosas do país. E apesar de ser proibido há décadas, sua operação continua a pleno vapor na clandestinidade. Neste sentido, se os jogos de azar forem legalizados no país, seu potencial de arrecadação e geração de empregos será enorme.

Para você ter uma ideia, cerca de 20 milhões de pessoas apostam no jogo do bicho todos os dias. Essa é uma prática recorrente em locais como lotéricas e bancas de jornal, por exemplo. Mas ela opera por meio dos chamados “bicheiros”, que recolhem o dinheiro e distribuem os prêmios.

O problema é que ninguém sabe o que acontece com o dinheiro envolvido neste processo de aposta. Por outro lado, caso este e outros jogos de azar fossem regulamentados, teriam que pagar impostos ao governo. Isto sem contar que, somente no caso do Jogo do Bicho, há uma estimativa de que ele gere mais de 450 mil vagas.

Enquanto isto não acontece, hoje a internet é um dos principais canais para fazer apostas e acompanhar os resultados do jogo do bicho. E há vários jogos diferentes em vários estados do país, em sites especializados, você consegue encontrar os principais. Isto inclui, por exemplo, o resultado da paraibana, o da maluca e muitos outros.

Informações importantes sobre apostas online

Ainda na categoria de jogos de azar, as apostas online também têm um papel de destaque. Isso porque, práticas como apostar em modalidades esportivas se enquadram nesta categoria, e também geram uma grande receita. Por outro lado, há alguns aspectos de sua regularização que exigem uma atenção especial.

Isto porque, em 2018, o então presidente Michel Temer legalizou a prática de apostas esportivas no país. No entanto, instituiu algumas restrições para isso, incluindo o fato de que os jogadores só podem apostar em sites especializados. Isto porque esses locais não devem ter sedes físicas em território nacional e operar por aqui somente online.

O lado ruim disto é que essas limitações de apostas esportivas online não geram arrecadação para o país. E se as restrições de sedes físicas para a operação dessa modalidade caíssem, seria possível angariar milhões de reais em impostos, além de gerar mais empregos.

Seja como for, atualmente o mais recomendado é procurar sites confiáveis para realizar suas apostas. Neste sentido, o 365 Bet é um dos principais e reúne várias modalidades esportivas que você pode colocar seu dinheiro. Entre seus esportes mais populares se destacam, por exemplo, futebol, basquete, tênis e e-Sports, entre outros.

Considerações finais sobre o assunto

Em meio a incertezas e discussões, regulamentar os jogos de azar pode trazer vários benefícios ao Brasil. E por mais polêmico que o assunto seja, não há como negar que ele seria responsável pela arrecadação de impostos, geração de empregos e movimentação da economia.

Assim sendo, é preciso que os parlamentares façam uma avaliação cautelosa a respeito do Marco Regulatório dos Jogos. É claro que este tema é delicado, visto que os jogos de azar podem trazer consequências como o vício. Mas, ao mesmo tempo, há mecanismos para controlá-los de forma adequada, sem esse tipo de problema.

Seja como for, é preciso aguardar os desdobramentos desse projeto de lei no Senado. Pode ser que ele não seja discutido logo, mas cedo ou tarde entrará em pauta.  

Deixe seu comentário
Print Friendly, PDF & Email
Comente e compartilhe!