Início Política Relatório técnico do TSE desmonta tese do PL

Relatório técnico do TSE desmonta tese do PL

Foto: © Antonio Augusto/Ascom/TSE

A decisão de Alexandre de Moraes, que rejeitou o pedido do PL sobre revisão das urnas e condenou o partido ao pagamento de R$ 22,9 milhões, é baseada numa análise técnica do TSE sobre as alegações do partido. O relatório assinado pelo secretário de Tecnologia da Informação, Júlio Valente da Costa Júnior, confirma o que O Antagonista publicou mais cedo sobre o uso do Código de Carga para identificação da urna.

“Do ponto de vista lógico, a identificação das urnas depende de terem sido preparadas para eleições. Nesse sentido, esclarece-se que nem todas as urnas eletrônicas são utilizadas nas eleições. Aquelas que são utilizadas recebem uma carga de dados e programas. Isso ocorre em cerimônia pública (Res. TSE 23.669, artigos 83 a 90). Essa carga gera um código que identifica que a urna em questão foi preparada para uma determinada seção eleitoral naquela cerimônia específica. Esse código de carga é o que identifica não somente a urna eletrônica, como também o momento de sua preparação e a seção em que recebeu votos.”

Veja a identificação do Código de Carga no log da urna:Captura de Tela 2022 11 23 as 20.54.33 1

Captura de Tela 2022 11 23 as 20.55.02

Deixe seu comentário
Print Friendly, PDF & Email
Comente e compartilhe!