Início Política Jozivan Antero diz que vereador usou de má-fé e tentou transformar erro...

Jozivan Antero diz que vereador usou de má-fé e tentou transformar erro da Secretaria de Administração em fato político, em Patos

Usando a tribuna da Câmara Municipal de Patos, na sessão realizada nesta terça-feira, dia 22, o parlamentar mirim Josmá Oliveira (PL) acabou trazendo uma denúncia envolvendo o servidor público Jozivan Antero, que é condutor de ambulância no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), em Patos. De acordo com Josmá, Jozivan estava recebendo gratificações ilegais no seu contracheque.

Sem apurar o ocorrido, Josmá expôs que o servidor era apadrinhado da gestão municipal. “…Jozivan Antero, que tem um programa na Rádio Espinharas, tava recebendo gratificações ilegais! Tá aqui, ô, comprovado! E agora!? Como é que fica? Vai ter que devolver o dinheiro do povo de Patos! Tava recendo ilegal! Como é que a pessoa sabe que é ilegal e vai lá e recebe, vereador Rafael!? Quem faz esse tipo de comportamento, esse tipo de postura tem moral para criticar político nenhum? Tá aqui, ó!…vai ter que devolver aos cofres do povo de Patos…”, destacou Josmá.

Restabelecendo a verdade, Jozivan buscou informações com o secretário de Administração do Município de Patos, o advogado Francivaldo Freitas. O secretário  lamentou a exposição desnecessária do servidor público e disse que o Município de Patos não paga nenhuma gratificação que não tenha fundamentação legal. Em relação ao servidor atacado, Francivaldo relatou que houve uma falha no sistema da folha diante do pedido de afastamento de Jozivan para concorrer às eleições de 2022. Francivaldo afirmou que fez contato com o servidor, comunicou a falha e Jozivan se propôs a devolver o valor referente aos três meses em que ocorreu o problema.

O presidente do diretório Municipal da Unidade Popular, Emanuel Escarião, se posicionou diante da ofensiva do vereador. “A gente percebe que essa postura do vereador demonstra uma questão muito pessoal em relação a sua pessoa…o vereador perde mais crédito com isso. Desmoraliza o seu mandato, a sua pessoa e a sua postura pública na cidade de Patos. Repudiar isso!”, falou Emanuel.

Para Jozivan, o ataque do parlamentar mirim não é a ele, mas sim aos servidores públicos, pois, nos últimos anos, o vereador bolsonarista tem promovido uma série de ações visando macular o trabalho dos funcionários públicos, tais como intimidação do recepcionista da Unidade Básica de Saúde Verônica Vieira, aos profissionais de saúde da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Dr. Otávio Pires e outros órgãos do Município de Patos.

Ouça o secretário de Administração de Patos:

Polêmica Patos

Deixe seu comentário
Print Friendly, PDF & Email
Comente e compartilhe!