Início Gerais Energisa: podas de árvores devem ser feitas por profissional habilitado para evitar...

Energisa: podas de árvores devem ser feitas por profissional habilitado para evitar acidentes com rede elétrica

A árvore está na calçada e você e seus vizinhos se sentem tão incomodados com a sujeira que, para acabar com o problema, decidem cortar as partes que consideram necessárias. A iniciativa, a princípio, pode parecer inocente, mas você sabia que essa atitude pode colocar em risco a vegetação e a sua própria vida? Pois é. Realizar a poda sem o conhecimento técnico pode causar graves consequências, caso a pessoa tenha contato com a rede de energia elétrica.

De acordo com a legislação municipal, a poda de árvores em passeio público é responsabilidade das prefeituras, por meio da secretaria de Infraestrutura de cada município. Quando os galhos estão próximos ou tocando a rede elétrica, o órgão competente deve comunicar a Energisa. Após ser solicitada pelo órgão competente, a Energisa disponibiliza seus técnicos e equipamentos, para que a poda seja feita de maneira segura, sem comprometer, inclusive, o fornecimento de energia. “Quando está próxima à rede elétrica, o cuidado deve ser redobrado devido ao perigo de partir os cabos de energia, o que coloca em risco a vida das pessoas e o fornecimento de luz”, reforça a gerente Danielly Formiga.

Utilizando equipamentos de proteção individual e materiais adequados, os técnicos da concessionária avaliam a distância da árvore até a rede de energia e os riscos de acidentes. Em seguida, a manutenção é programada para ser realizada por profissionais habilitados da empresa. “O foco da empresa é sempre minimizar interrupções do fornecimento de energia, garantir o funcionamento do sistema elétrico e, acima de tudo, a segurança da população”, afirma João José Soares.

A técnica de poda utilizada pela Energisa é a poda direcional, que respeita os mecanismos naturais de rejeição de galhos pelas árvores. Nesse procedimento, as copas das árvores são conduzidas para fora dos cabos da rede de distribuição e apenas os galhos que estiverem crescendo em direção aos condutores são podados. Aqueles que não estiverem crescendo em direção à rede permanecem na árvore, e seu crescimento prossegue normalmente. Esse procedimento é respaldado por uma norma técnica aprovada no Brasil, baseada em recomendações da Sociedade Internacional de Arboricultura (International Society of Arboriculture – ISA) e não prejudica a vegetação.

Podas em terreno privado

No caso de poda de árvore no interior das propriedades, o dono do imóvel é o responsável por ela. “Mas, o serviço deve ser feito com atenção e sempre considerar os cabos da rede elétrica. Por isso, deve ser feito foi um profissional, que deve ser capacitado nesse tipo de serviço e experiente, incluindo conhecimento em redes elétricas. O simples fato de um galho ou equipamento utilizado para a poda aproximar ou tocar na fiação pode causar um acidente. Além disso, mesmo se um choque elétrico não for fatal, ele pode fazer com que a pessoa caia de uma altura considerável e causar sequelas graves ou até a morte”, alerta o coordenador de Saúde e Segurança da Energisa, Juliano Chandetti.

Chandetti também destaca que o profissional contratado pelo proprietário nunca deve subir ou fazer o serviço se os galhos estiverem próximos da rede elétrica. “Nessas situações, é indicado que a Energisa seja acionada para fazer uma avaliação. Caso seja necessário desligar a rede elétrica da região, a companhia vai agendar uma data com o cliente para poder avisar a todos os moradores que será necessário desligar o fornecimento de energia para a realização do serviço. Por isso também é essencial que todos os clientes da companhia mantenham seus cadastros atualizados na empresa por meio dos canais de atendimento para receber esses comunicados”, explica.

Canais digitais
Call Center: 0800 083 0196
Gisa: gisa.energisa.com.br
Aplicativo Energisa On
Site www.energisa.com.br

Assessoria – Energisa

Deixe seu comentário
Print Friendly, PDF & Email
Comente e compartilhe!